Veduca oferece 5 mil videoaulas de 13 universidades do mundo. Foto: reprodução.

A Veduca, empresa brasileira de educação online, recebeu R$ 1,5 milhão do grupo de investimentos 500 Startups, do Vale do Silício, e da Mountain do Brasil, subsidiária do grupo suíço Mountain Partners Group.

Os sócios investidores terão uma participação minoritária na companhia, segundo Carlos Souza, sócio e executivo-chefe da Veduca, que prefere não citar números.

De acordo com Souza, os recursos serão usados para o desenvolvimento de novas tecnologias que ajudem a relacionar conteúdos em vídeo e noticiário.

Parte do aporte também será investido na melhoria do acervo, no aumento do conteúdo legendado na língua portuguesa e na produção de legendas na língua espanhola.

VIDEOAULAS

Lançado em março, o site da Veduca oferece 5 mil videoaulas das 13 principais universidades do mundo, incluindo Stanford, Massachusetts Institute of Technology (MIT), New York University, Columbia, Yale e Harvard, mediante licença de uso.

Organizadas em 21 áreas acadêmicas, o material é legendado em português, conforme afirma Carlos Souza, sócio e executivo-chefe da Veduca, em depoimento ao Valor.

"No Brasil, apenas 2% da população fala a língua inglesa, o que era uma barreira de acesso a esse conteúdo", disse Souza.

Fundado pelos empreendedores Carlos Souza, André Tachian, Eduardo Zancul e Marcelo Mejlachowicz, o site já possui audiência de 1 milhão de visitantes por mês e 5 milhões de páginas visualizadas.

De acordo com Souza, a conquista deste resultado sem o uso de publicidade, mostra que havia demanda reprimida no país por esse tipo de serviço.

O público-alvo do Veduca são estudantes universitários e professores. O acesso é gratuito e a empresa é remunerada pela venda de livros, publicados em complemento aos vídeos.

Segundo dados do o Ministério da Educação, existem 6,1 milhões de estudantes, 18 milhões de pessoas com curso de graduação e 240 mil professores universitários.

PATENTES

A Veduca foi uma das brasileiras que participaram do TechCrunch Disrupt, maior evento de apresentação de "startups" do Vale do Silício. Durante o evento, Souza conheceu os novos sócios.

Segundo a empresa, o interesse de investidores partiu do uso de duas tecnologias patenteadas pelo Veduca. Uma delas foi um software de algoritmo capaz de efetuar buscas de termos encontrados nas videoaulas e um software que relaciona matérias da internet aos conteúdos das videoaulas.