São 238 milhões de profissionais cadastrados em todo o mundo. Foto: flickr.com/photos/linkhumans.

O LinkedIn aumenta em 50% o número de usuários brasileiros, atingindo 15 milhões, ante 10 milhões conectados em outubro de 2012.

O país é o terceiro com mais usuários na rede, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia. 

“Todas as nossas ações são pensadas a partir da experiência do usuário, pois acreditamos que o sucesso da empresa depende da confiança que eles depositem no LinkedIn. Este é um dos principais valores da companhia, chamado internacionalmente de ‘members first’. E acreditamos que a resposta positiva no Brasil deve-se em grande parte a este mútuo respeito”, afirmou Osvaldo Barbosa de Oliveira, diretor geral do LinkedIn Brasil, nessa quarta-feira, 23, durante o LinkedIn Media Day, em São Paulo.

Mais de 3 milhões de empresas têm company pages e cerca de 300 influenciadores de indústrias escrevem periodicamente para o site. Além disso, os usuários compartilham conhecimento em 2,1 milhões de grupos. 

A rede profissional foi fundada em 2003 nos Estados Unidos. No Brasil, passou a ter mais adesões a partir de 2010 com a versão em português. O LinkedIn tem 238 milhões de profissionais cadastrados em todo o mundo.

O lucro líquido no segundo trimestre de 2013 foi de US$ 3,7 milhões, um crescimento de 32% na comparação com a mesma época do ano anterior.