Made in Brazil.

Tamanho da fonte: -A+A

O Xbox One terá produção nacional, fato que ajuda a explicar porque o console chegou ao mercado por R$ 2.199, enquanto o concorrente Playstation 4, da Sony, tem o preço previsto de R$ 3.999 que está causando celeuma entre os consumidores brasileiros.

Segundo fotos divulgadas pelo site Tecnoblog, o console foi homologado pela Anatel e sua imagem no site da agência possui um adesivo indicando a montagem do produto no Polo Industrial de Manaus, o que garante facilidades tributárias para o produto.

Na segunda-feira, 21, explicou seu preço colocando a boa parte da culpa na alta carga tributária brasileira, que seria responsável por algo entre 60% e 70% do valor total.

O registro é aberto para a consulta popular no site da agência reguladora, e está homologado com o código 3090131569.

A fábrica responsável pela produção do Xbox 360 é a MASA da Amazônia, do Grupo Flextronics, de Manaus. Recentemente, ela vinha enfrentando prejuízos financeiros causados, principalmente, pela necessidade de importação dos componentes do console.

No entanto, segundo o certificado publicado pela Anatel, a mesma fábrica continuará com a missão de criar a versão brasileira do console da Microsoft.

A Microsoft Brasil não se pronunciou oficialmente sobre a fabricação nacional ou isenções de importação, caso o videogame fosse trazido de fora.

No entanto, analistas esperam que um posicionamento oficial seja divulgado no final desta semana, na conferência da companhia na Brasil Game Show, feira dedicada ao segmento que se inicia nesta sexta-feira, 25, em São Paulo.

A decisão da MS em largar com o Xbox One já com produção nacional pode ser o dado que faltava para explicar o abismo de quase R$ 2 mil reais entre os dois consoles.

A disparidade causa mais surpresa tendo em conta que nos Estados Unidos o PS4 custará mais barato (US$ 399) que o Xbox One (US$ 499).

No caso do Xbox 360, geração anterior do videogame da marca, a fabricação nacional foi oficializada em 2011, uma decisão que reduziu o valor do produto em cerca de 40% no mercado brasileiro.

Em respostas às críticas de gamers ao preço do PS4, a Sony anunciou que está avaliando a possibilidade de produzir o novo console no país ainda em 2014.

Vale lembrar que para o PS3, lançado lá fora em 2006, a fabricação nacional só foi iniciada em 2012.