Inauguração do consulado norte-americano em Porto Alegre atrasa para 2016. Foto: Vadim Georgiev/Shutterstock.com

Prevista anteriormente para 2015, a inauguração do consulado norte-americano em Porto Alegre atrasará para 2016, e ainda sem data definida.

Segundo a Rádio Gaúcha, o Cônsul Geral dos Estados Unidos no Brasil, Dennis Hankins, afirmou que após o ataque à embaixada americana em Benghazi, na Líbia, em setembro de 2012, as regras de segurança exigidas pelo governo norte-americano se tornaram mais rígidas.

No ataque, morreram o embaixador americano na Líbia e mais três funcionários americanos.

Conforme o cônsul, o contrato de aluguel do prédio onde será o consulado foi assinado ainda no ano passado. O local fica na Avenida Assis Brasil. O consulado terá 20 funcionários americanos e mais 30 a 40 brasileiros.

"A construção em si vai levar de 14 a 18 meses. Inicialmente, pensamos em abrir neste ano. O problema foi, realmente, o ataque em Benghazi", explica Hankins.

O Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre funcionou de 1918 a 1996. Hoje, só funcionam consulados do país em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Esse é o quarto atraso nos planos de reabertura. Em abril de 2012, a previsão que circulou indicava uma abertura ainda naquele ano ou no primeiro trimestre do ano seguinte.

Em seguida, John Matel, diretor de Relações Externas da Embaixada dos Estados Unidos em Brasília retratou-se e deu um novo prazo para 2014.

Depois, a segunda secretária do Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Antonia Cassarino, que esteve em Porto Alegre em agosto do ano passado, revisou a data de inauguração para março de 2015.

Já em fevereiro deste ano, o ministro conselheiro da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Rodd Chapman, afirmou que a abertura do consulado americano em Porto Alegre ficaria para dezembro de 2015.

Em março de 2014, o governo americano inaugurou em Porto Alegre um Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto.

No local, são feitos cerca de 2 mil atendimentos mensais entre renovação de vistos ou encaminhamento dos documentos para o primeiro visto. Segundo o Cônsul Geral, quase 50% dos atendimentos são para renovação de visto, relatou a Rádio Gaúcha.

Segundo a Missão Diplomática dos EUA no Brasil, cerca de 1,1 milhão de vistos foram processados em 2012, ano no qual os turistas brasileiros gastaram US$ 8 bilhões nos Estados Unidos, um aumento de 17% em relação ao ano anterior.