A Visa lançou hoje o Visa Checkout no Brasil. Foto: Valeri Potapova/Shutterstock.

A Visa lançou hoje o Visa Checkout no Brasil. O serviço é focado em compras online. A primeira empresa a disponibilizar o Visa Checkout é o FutebolCard, site que vende ingressos para jogos em 12 estádios e arenas do Brasil.

“A maioria das pessoas não está buscando uma carteira digital, elas apenas querem uma forma mais ágil e segura de pagar online, particularmente usando dispositivos móveis. Por isso, desenhamos o Visa Checkout. Nos EUA, já nos primeiros meses os resultados de conversão de vendas foram maiores entre os usuários de nossa solução” , explica Percival Jatobá, vice-presidente de Produtos da Visa do Brasil. 

Segundo ele, o Visa Checkout foi idealizado para que as instituições financeiras e comércios possam integrar o sistema e contar com ítens de segurança que ajudam a reduzir o risco de fraude.

Com a ferramenta, os compradores podem utilizar cartões de crédito para fazer compras, seja através de um computador, tablet ou de um celular. Uma vez inscritos, os consumidores só precisarão informar o login e a senha cadastrados para completar a transação – sem precisar sair do site do estabelecimento comercial.

Desde o lançamento global do Visa Checkout em 2014, mais de seis milhões de consumidores se registraram no serviço. Aproximadamente 250 mil comércios e 330 instituições financeiras oferecem o serviço no mundo, como Gap e Staples.

Além do Brasil, Visa Checkout está disponível em outros 15 países: África do Sul, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, China, Colombia, Cingapura, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Hong Kong, Malásia, México, Nova Zelândia e Perú.

Além dessa parceria, a Visa e o FutebolCard já possuem um acordo para que os torcedores que compram ingressos com cartões Visa utilizem o próprio cartão para acessar os estádios.

Em 2014, o FutebolCard negociou 8 milhões de entradas para jogos de futebol no país. No início de 2015, a empresa divulgou a meta de aumentar as vendas em 10% a 15%, atingindo quase 9 milhões.