Carlos Alberto D’Ávila, diretor da Ellevo. Foto: Daniel Zimmermann.

A Ellevo, empresa catarinense especializada em sistemas para a gestão de processos de negócios na área de serviços, firmou uma parceria com a IBM para incluir recursos de inteligência artificial em suas ferramentas.

O objetivo é que os sistemas da companhia, que já contam com processos automatizados para ações sem a intervenção humana, utilizem ferramentas do Watson, sistema de computação cognitiva da IBM.

Em 2017, a Ellevo realizou uma renovação de sua comunicação visual e da nomenclatura de produto. 

“Demos esse importante passo para que nossa marca e posicionamento de mercado ficassem mais alinhados com o que fazemos de fato. Nossa plataforma aposta em serviços compartilhados e automatizados, que trazem mais produtividade para as empresas, através de registros de atividades, gestão de tarefas, controle e ações desencadeadas sem a necessidade de interferência humanas”, explica o diretor da Ellevo, Carlos Alberto D’Ávila.

A relação da empresa catarinense com a multinacional se estreitou em 2016, quando a Ellevo passou a hospedar seus sistemas na nuvem da IBM.

“A plataforma Watson permite que o computador aprenda e armazene dados à medida em que as pessoas interagem com ele em linguagem natural. É um sistema que analisa milhões de informações rapidamente, facilitando não só a tomada de decisões, como dando agilidade aos negócios, produtividade e ganhos imensuráveis”, destaca D’Ávila.

A Ellevo atende hoje empresas como BRF, Renault, Grupo Positivo, Fiesc e Senior Sistemas. A companhia conta com cerca de 200 clientes e mais de 100 mil usuários ativos em suas plataformas.

Desde o ano passado, outras empresas têm firmado acordos com a IBM para trabalhar com recursos de computação cognitiva em suas soluções.

A Cigam, por exemplo, fechou uma parceria com a IBM para agregar as funcionalidades ao seu sistema de gestão (ERP). Já a PG Mais Resultado está aplicando a tecnologia Watson em sua plataforma de gestão de relacionamento com o cliente.