Fachada do Ceitec. Foto: divulgação / Ceitec.

A Ceitec, estatal federal do segmento de semicondutores, será o primeiro cliente no Brasil e o primeiro do setor público em nível mundial do SAP S/4Hana, última versão do sistema de gestão da multinacional alemã, lançado oficialmente no começo do mês.

A First Decision, parceira SAP com forte presença no setor público, venceu um pregão eletrônico no final de janeiro para reativar as licenças do SAP Business All In One adquiridas pelo Ceitec em 2009.

Conforme as cláusulas do edital, o fornecedor deve entregar a última versão do software, no caso, o S/4. A reativação das licenças custará R$ 645 mil, conforme publicado no Diário Oficial da União. 

Outra licitação foi feita para implementação do software e aquisição de uma solução fiscal com um valor estimado de R$ 2,5 milhões, mas o resultado dessa disputa ainda não foi publicado (a SAP divulgou a venda para o Ceitec do SAP Simple Finance, sua nova solução para área fiscal, mas não o implementador).

O SAP S/4Hana é apontado por analistas como um dos lançamentos mais importantes da SAP nos últimos anos. 

O software foi desenvolvido para rodar na plataforma de computação em memória Hana, com a qual a SAP aposta por entrar no mercado de banco de dados.

Com a implementação do ERP da SAP, o Ceitec vai reduzir o escopo de uso do software de gestão Totvs RM, adquirido no final de 2010 por R$ 450 mil. 

Na época, a estatal afirmou que pretendia rodar o SAP para a operação de fábrica e o Totvs para a área de compras, financeiro e contabilidade.

Segundo o edital do Ceitec, o Totvs RM não atende as necessidades de controle de custos e foi descontinuado pelo fornecedor em setembro de 2014, obrigando a estatal a fazer a migração. Agora, o software rodará somente na área de recursos humanos.

Os dois softwares nunca chegaram a operar juntos, uma vez que a implementação das licenças do SAP compradas em 2009 não foi feita por  “questões relacionadas ao grau de amadurecimento da implantação da planta industrial” e “economicidade”, segundo o CIO do Ceitec, Ireneo Demanarig Jr.

O SAP S/4Hana deve ser um dos destaques do SAP Fórum, mega evento da SAP em São Paulo marcado para daqui a pouco mais de duas semanas, e a empresa fez um foguetório sobre a venda para o Ceitec, um case instantâneo.

“Vamos ajudar a Ceitec a expandir a produção de chips e a ter um processo integrado, simplificando, assim, o seu negócio. Esta é uma grande conquista para a SAP Brasil”, comemora a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka.

As linhas de fabricação da Ceitec na Lomba do Pinheiro ainda não estão funcionando (o centro faz o design dos produtos, que são produzidos de maneira terceirizada) mas no segmento da empresa é comum fazer investimentos pesados em sistemas ainda na fase inicial do negócio.

A HT Micron, fabricante de chips instalada no Tecnosinos, em São Leopoldo, também na sua fase inicial, abriu uma concorrência para implantar um sistema de gestão da SAP em abril do ano passado, com a meta de concluir o projeto até dezembro.