Cooperativa paranaense adota SAP. Foto: divulgação.

A Agrária, cooperativa agroindustrial sediada no Paraná, adotou o ERP SAP Business Suite na plataforma SAP Hana para apoiar seu plano estratégico de expansão nos próximos anos. O projeto será realizado pela consultoria gaúcha ITS Group.

O processo de implantação foi iniciado em janeiro deste ano, e integrará as informações dos departamentos administrativos das três unidades da cooperativa - duas em Guarapuava e outra em Pinhão.

O valor e a duração do projeto não foram divulgados.

Antes de adotar o ERP SAP, a cooperativa usava sistemas customizados de diferentes fornecedores, o que consumia tempo e recursos internos para atender às demandas dos setores e ajustar as aplicações aos processos internos.

"Nessa estrutura anterior seriam necessários cerca de oito anos para todas as requisições serem finalizadas. Com a aplicação da SAP, a Agrária conseguirá atender a todas as necessidades específicas das áreas e integrar seus relatórios, garantindo mais precisão nos dados", afirma Jorge Karl, diretor presidente da Agrária.

O novo software integrará as informações dos departamentos financeiro, controladoria, gestão de clientes, suprimentos, compras, projetos e recursos humanos, que passarão a ter processos alinhados e simplificados, conforme explicou Theo Pappas, vice-presidente de Indústrias Estratégicas da SAP Brasil.

"O mercado de agronegócio é muito dinâmico e possui características únicas que exigem respostas rápidas das empresas para atender suas demandas. Com a solução da SAP, a Agrária ganha velocidade e confiabilidade para estar alinhada com as exigências  de seus clientes e cooperados, em tempo real", avaliou Pappas.

Fundada em 1951, a Cooperativa Agrária Agroindustrial processa cerca de 2 milhões de toneladas de grãos por ano, assim como operações no segmento de pecuária e laticínios. Em 2014 a empresa teve um faturamento de R$ 2,24 bilhões.

O contrato com a Agrária é mais uma implementação que a SAP emplaca no segmento de agroindústria, uma vertical nas quais a multinacional está apostando para acelerar sua presença fora das empresas de manufatura, carro-chefe da companhia por muitos anos.

Um dos primeiros contratos divulgados pela SAP, em 2013 a C. Vale, uma das maiores cooperativas agroindustriais do país, com faturamento de  R$ 3,23 bilhões em 2012, adotou o ERP SAP com consultoria da Complex, substituindo um ERP baseado em mainframe Unisys.

No ano passado, a Cooperativa Agropecuária de Patrocínio (Coopa), de Minas Gerais, investiu R$ 6 milhões em um pacote de aplicações da SAP, implementando módulos de gestão para as áreas de marketing, finanças, suprimentos e vendas, além do SAP Retail.

A estratégia da SAP em reforçar sua presença no segmento de agronegócio é compartilhado pelas integradoras da companhia no país. Parceiras como Innovative e T-Systems colocaram a vertical como uma das principais apostas para 2015, ao lado de segmentos como varejo.