Nasdaq fornecerá X-Stream para a Noble Markets. Foto: divulgação.

A Nasdaq anunciou na segunda-feira, 23, a sua entrada, mesmo que indireta, no mercado de moedas virtuais - como o bitcoin. A empresa fornecerá a sua tecnologia de trading X-Stream para um novo marketplace de troca de moedas digitais.

Segundo destaca o Wall Street Journal, a startup nova iorquina Noble Markets usará a ferramenta desenolvida pela Nasdaq em suas operações de trading. Além disso, a Nasdaq fornecerá suporte de marketing para a startup. Atualmente, cerca de trinta bolsas em todo o mundo usam o sistema da Nasdaq.

De acordo com nota divulgada pelas duas companhias, a parceria tem o objetivo de abrir caminho para instituições financeiras tenham e negociem moedas eletrônicas, que para fãs e alguns analistas, podem se tornar um ganho para o sistema financeiro global.

Apesar de recentes baques no mercado, como a quebra da exchange japonesa de bitcon Mt. Gox, o momento das moedas digitais ainda é bom. Nos últimos anos movimentos ajudaram a crescer e legitimizar a tecnologia. Um exemplo foi o investimento da Bolsa de Nova York na bolsa digital Coinbase.

Para a Noble, a entrada da Nasdaq em suas operações ajudará ainda mais a espantar as preocupações de investidores sobre os riscos de colocar seu dinheiro em valores como o bitcoin.

"Eles poderão dizer que investiram em organizações sofisticdas, com operações cuidadosas. Sendo bom para nós, será bom para eles", afirmou John Betts, CEO da Noble Markets. Antes de fundar a nova empresa, o executivo liderou divisões de moedas digitais em bancos como Goldman Sachs e Morgan Stanley.

Embora muitos analistas ainda apontem um grande potencial para o bitcoin, a moeda vive tempos diferentes do boom que teve em meados de 2013, quando chegou a ser negociada a mais de US$ 1,1 mil. Na ressaca da queda do Mt. Gox, assim como questões sobre sua credibilidade e regulamentação, atualmente a moeda vale US$ 265.