Ficou faltando o boneco de Olinda de Bill Gates. Foto: Marcio Jose Bastos Silva / Shutterstock.com

A Microsoft fechou acordos com a governo de Pernambuco, a prefeitura de Recife e o parque tecnológico Porto Digital nesta quarta-feira, 23, alavancando sua presença no estado.

O acordo mais chamativo é com as redes estadual e municipal de ensino, pelo qual 800 mil alunos e 36 mil professores, em 1,2 mil escolas terão acesso a um pacote Office 365 Educacional, incluindo Word, Excel, PowerPoint e armazenamento na nuvem. 

Está previsto o treinamento de 36 mil professores. 

Contas de e-mails, um integrante habitual desses pacotes, não foram mencionadas pela multinacional em nota.  A empresa já disponibilizava gratuitamente o Office e o Windows aos alunos de ambas redes de ensino.

Além disso, os estudantes pernambucanos terão acesso gratuito a softwares de desenvolvimento e design de programas através do DreamSpark Standard,onde estarão disponíveis conteúdos on-line gratuitos para capacitação básica em TI.

“Nós queremos que os nossos alunos e professores tenham acesso ao que há de mais moderno no mundo", frisa o governador Paulo Câmara (PSB). A Microsoft está em alta no Nordeste. Ainda no começo do mês, fechou um acordo nos mesmos moldes em Fortaleza.

Menos chamativo em volume, mas mais importante em influência no meio de negócios, é o acordo com o Porto Digital, um dos parques tecnológicos referência no Brasil.

Com a assinatura do protocolo de intenções entre a Microsoft e o Porto Digital, mais empresas serão incluídas nos programas BizSpark e BizSpark Plus, que dão direito ao uso de licenças, mentoria técnica e de negócios, além de espaço de armazenamento da nuvem. 

No estado, já foram beneficiadas cerca de 100 startups.