TÓQUIO

Olímpiadas são adiadas para 2021

24/03/2020 14:05

Esta é a primeira vez que os jogos são postergados. Houve cancelamento somente nas guerras mundiais.

Os jogos devem acontecer em julho de 2021, durante o verão do hemisfério norte. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Comitê Olímpico Internacional (COI) e o governo japonês anunciaram que vão adiar para 2021 as olimpíadas de Tóquio, que aconteceriam em julho deste ano, por conta da pandemia de Covid-19.

Segundo o jornal The Guardian, o cancelamento dos jogos estava fora de questão e o adiamento foi visto pelos organizadores como a resposta mais apropriada à interrupção global.

Os jogos devem acontecer em julho de 2021, durante o verão do hemisfério norte.

"Concordamos que um adiamento seria a melhor maneira de garantir que os atletas estejam em ótimas condições e garantir a segurança dos espectadores", afirmou Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão, ao The Guardian.

Os jogos olímpicos e paralímpicos continuarão sendo chamados de Tóquio 2020 e a chama olímpica permanecerá no Japão.

Ainda de acordo com a publicação, o COI, o comitê organizador de Tóquio e o governo japonês insistiam em que não havia planos para adiar as Olimpíadas até poucos dias atrás, já que faltavam quatro meses para a abertura.

Nesta semana, o Canadá e a Austrália disseram que não enviariam atletas ao Japão em julho, enquanto os governos britânico e francês cobraram uma decisão rápida do COI.

O comitê olímpico e paralímpico dos Estados Unidos seguiu o exemplo, citando a interrupção que a pandemia causou ao treinamento e ao processo de qualificação.

Os comitês olímpicos do Brasil, Eslovênia e Alemanha aderiram ao coro crescente que pedia uma nova data para o evento.

Para o The Guardian, o adiamento é um golpe para o país anfitrião, que gastou mais de US$ 12 bilhões no evento, além das enormes quantias que estão em jogo para patrocinadores e emissoras.

O Goldman Sachs, grupo financeiro americano, estimou este mês que o Japão perderia US$ 4,5 bilhões em consumo interno e de entrada em 2020.

Os jogos olímpicos nunca foram adiados dessa maneira, mas foram cancelados em 1916, 1940 e 1944, durante a primeira e a segunda guerra mundial.

Veja também

AÇÃO
Zaffari doa R$ 10 milhões para saúde pública

Rede de supermercado gaúcha apoia iniciativa de empresários contra o coronavírus.

PANDEMIA
Tudo mundo em casa, e agora?

Adoção em massa de home office gera grande perigo de segurança de informação. Empresas precisam agir.

MÍNIMO
Gol voará só entre Guarulhos e capitais

Por pelo menos um mês, serão apenas 50 voos domésticos por dia.

STARTUP
Hi desenvolve teste para coronavírus

Solução que dá o diagnóstico em 15 minutos deve ser disponibilizada em 15 de abril.

EVENTOS
Ciab Febraban está cancelado em 2020

Não há nova data. Maior evento de tecnologia do país fica para 2021.

CORONAVÍRUS
Medida trabalhista não dura um dia

MP que permitia a suspensão de contratos de trabalho por até quatro meses pegou mal.

SITUAÇÃO
Vem aí uma rebelião nos call centers?

Protestos estão pipocando em todo país em meio ao medo do coronavírus.

CORONAVÍRUS
Startups se comprometem em peso com home office

672 assinaturas de CEOs em manifesto com medidas para controlar a pandemia.

INDÚSTRIA
Marcopolo e Randon suspendem produção

Fabricantes de veículos de grande porte vão entrar em férias coletivas por conta do coronavírus.

CORONAVÍRUS
Sequor: todos em home office

Empresa sediada em Canoas mandou funcionários para casa.