RESULTADO

Cigam cresce 28% e fatura R$ 53 milhões

24/04/2015 15:15

Cleiton Klein, Robison Klein, Luis Rogério Dupont e Vanderlei Reinhart, os sócios da Cigam.

Tamanho da fonte: -A+A

A Rede Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial sediada em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul,   encerrou o ano de 2014 com faturamento de R$ 53 milhões, uma expansão na casa dos 28% sobre o ano anterior e acima da meta de 22% inicialmente prevista par ao ano.

Em nota divulgada a imprensa, a companhia gaúcha inclusive dá uma cutucada no “principal concorrente”, que teria crescido 10% no mesmo período. 

Provavelmente, a empresa gaúcha se refere à Totvs, que teve um ano abaixo da média e cresceu 12%, para R$ 1,8 bilhão.

De qualquer maneira, o ano foi positivo para a Cigam. A empresa conquistou  1476 clientes novos, uma média de 123 ao mês ou 5,6 por dia útil de 2014, com um índice de retenção próximo a 100%.

A companhia também se tornou uma S/A em 2014, em uma manobra visando facilitar a expansão futura, incluindo aquisições.  

Ao longo de 2014, a Cigam anunciou duas compras com ofertas complementares. A Gestor, uma empresa de Pelotas especializada em ERP para varejo com 700 clientes, adquirida em um negócio de R$ 8 milhões e a Sige Cloud, uma pequena startup de sistemas de gestão na nuvem.

Outras duas compras devem ser anunciadas em 2015. A base de produtos hoje inclui ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI.

O status de S.A torna mais fácil para a Cigam levantar dinheiro junto a fundos de investimento para bancar novos aquisições, além de usar ações como pagamento, o que abre o caminho para negócios de maior porte, visando consolidar market share.

A empresa afirma já ter uma linha de financiamento aprovada junto ao BNDES, sem abrir valores.

“Para sobreviver nas condições atuais, cada vez mais é preciso uma base grande de clientes”, destaca Robinson Klein, Diretor-Presidente da Rede Cigam.

Segundo aponta uma pesquisa sobre o mercado de TI feita pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV), a Totvs tem 51% do mercado de empresas com até 170 teclados, no qual lidera de maneira quase absoluta frente aos 10% da SAP, 9% da Oracle e 4% da Infor. 

Um número grande de “outras” ainda leva 27% do bolo total, o que indica margem para consolidação.

Klein frisa que esse levantamento está longe de refletir a realidade de empresas de pequeno e médio porte que compõem o grosso da carteira de 5 mil clientes da Cigam, e que, mais para baixo da pirâmide, a fragmentação é ainda maior.

Os bons resultados e o impulso de se tornar uma S.A cacifam os gaúchos em uma disputa com outros players emergentes do mercado de ERP nacional.

Também em 2014, a Mega, empresa de sistemas de gestão sediada em Itu, no interior de São Paulo, também se tornou uma S.A e comprou a totalidade de um dos seus maiores canais e uma participação não revelada na Mega Minas.

A empresa faturou R$ 68,5 milhões em 2014, uma alta de 6% em relação ao ano anterior, o que a coloca numa faixa similar à da Cigam em termos de tamanho, mas bem abaixo em termos de ritmo.

O maior concorrente a ser considerado é a Senior, empresa de Blumenau que é uma S.A desde 2011 e faturou  R$ 192,5 milhões em 2014, uma alta de 36% frente ao ano anterior e acima da média histórica da empresa, que nos últimos anos cresceu na faixa dos 20%.

Desse total, cerca 40% vem da área de ERP (outros 40% são de softwares de folha de pagamento e 20% de soluções de controle de acesso).

Veja também

GESTÃO
Grupo Magnólia adota ERP Cigam

Dos cerca de 600 funcionários do Grupo Magnólia, 70 serão usuários diretos do sistema de gestão.

ERP
Sankhya contrata ex-Totvs

Breno Riether Gomes será o novo diretor nacional de vendas da empresa.

SIGECLOUD
Cigam: ERP grátis em startups da Feevale

Parceria funcionará através da Plano 1, consultoria de negócios integrada à instituição de ensino.

PESQUISA FGV
PMEs: SAP leva a briga para a Totvs

Empresa alemã aumentou sua fatia do market share junto a empresas de pequeno e médio porte.

ERP
Totvs: novo approach de vendas

O movimento é mais um passo na estratégia de segmentação do portfólio.