Matheus Moraes, presidente da 99. Foto: Divulgação.

A Didi Chuxing, empresa chinesa que adquiriu o controle da 99 em janeiro, anunciou na segunda-feira, 23/4, mudanças no comando da empresa. 

Tony Qiu, executivo chinês que liderava os esforços de expansão internacional da companhia, assume o cargo de executivo-chefe, substituindo Peter Fernandez. 

Já Matheus Moraes, que era responsável pela área de relações institucionais da 99, foi nomeado presidente. Agora, ele passa a responder pelo dia a dia das operações.

As mudanças fazem parte do plano da Didi de ampliar a presença na América Latina. Também na segunda-feira, a companhia anunciou o início de sua operação no México. 

Com as mudanças, a Didi repassa para a 99 um papel estratégico maior no movimento de expansão das operações na América Latina.

A 99 tem cerca de 300 mil motoristas e 14 milhões de passageiros em aproximadamente 500 cidades brasileiras, com serviços que incluem táxi e carros particulares. 

Em 2017, a companhia relata que obteve um crescimento de cerca 400% em volume de viagens, devido especialmente à expansão do serviço de motoristas particulares.