Instituição é um dos maiores centros hospitalares da América Latina. Foto: divulgação.

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, terá um espaço voltado para a Cisco do Brasil em seu centro de inovação, funcionando como um hub de pesquisa e criação de soluções para o setor de saúde.

No acordo de colaboração estratégica, assinado pelas duas organizações em uma videoconferência, também está prevista a implementação de soluções integradas em telemedicina, unindo tecnologias da Cisco e do hospital para o atendimento remoto à população.

Atualmente já estão em execução cases com Webex, Webex Board e uso do dispositivo DX80 para demandas que vão desde a colaboração em sala multidisciplinar com profissionais remotos até o atendimento de pacientes via telemedicina.

“Especialmente em momentos como este, onde batalhamos contra uma pandemia, soluções de colaboração à distância, cibersegurança e telemedicina se tornam ainda mais importantes para médicos e pacientes”, afirma Marcelo Silva, diretor de vendas da Cisco do Brasil. 

As empresas ainda vão desenvolver de forma conjunta um curso de cibersegurança voltado para soluções digitais na área da saúde.

Além disso, a Cisco está atuando com consultoria para orientar o hospital em relação às práticas estabelecidas pela Health and Information Management Systems Society (HIMMS), por meio da análise da infraestrutura tecnológica do hospital, de acordo com as exigências do INFRAM (framework criado pela HIMMS). 

Segundo o hospital, essa união de expertises será de grande valia para o enfrentamento da pandemia de covid-19.

“Parcerias como essa são importantes para estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa em saúde que possam unir inovação tecnológica, segurança e qualidade em prol do benefício à saúde da população”, afirma o Gustavo Prado, gerente de inovação e educação médica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Já a Cisco quer, por meio de parcerias com instituições de prestígio na área de saúde, desenvolver boas práticas e recomendações para compartilhar com todo setor.

“As tecnologias digitais integradas aos processos de atendimento podem contribuir com a melhoria contínua da experiência do paciente, tanto presencialmente como em ambiente virtual”, destaca Ricardo Santos, gerente de desenvolvimento de negócios de saúde da Cisco América Latina. 

Com 122 anos, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é um dos maiores centros hospitalares da América Latina, com um corpo clínico formado por mais de 3,9 mil médicos.

Sua capacidade total instalada é de 805 leitos, sendo 582 deles na saúde privada e 223 no âmbito público. 

Desde 2008, atua também na área pública como um dos cinco hospitais de excelência do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) do Ministério da Saúde.