PIONEIRA

GRU tem rede Wi-Fi 6 com OpenRoaming

24/05/2021 09:57

Projeto no Aeroporto Internacional de Guarulhos envolve Boingo, Broadcom, Cisco e Samsung.

Só em 2019, o GRU registrou o embarque e desembarque de mais de 20 milhões de pessoas. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Wireless Broadband Alliance (WBA), associação especializada na interoperabilidade de serviços entre operadoras de Wi-Fi, lançou no Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport), em Guarulhos, a primeira rede Wi-Fi 6 usando OpenRoaming em um aeroporto no mundo.

Também conhecida como 802.11ax, a infraestrutura unificada de Wi-Fi 6 do aeroporto é baseada em pontos de acesso, controladores e switches Cisco Catalyst. Tudo é gerenciado pela Boingo, que fez o projeto e instalação em outubro de 2020.

O serviço está disponível no Terminal 3 do aeroporto, para voos internacionais, com dispositivos Samsung Galaxy das versões mais modernas, habilitados com chipset Wi-Fi 6 da Broadcom.

A Samsung forneceu aos funcionários de operação aparelhos e outros dispositivos, com diferentes identidades do OpenRoaming sendo usadas para separar o acesso automático para funcionários do aeroporto do acesso a convidados.

Segundo a instituição, o OpenRoaming provê acesso seguro, automático e sem intervenções manuais à rede. Quando associado à infraestrutura do Wi-Fi 6, a tecnologia promete proporcionar uma experiência de alto desempenho.

Com canais de até 160 MHz, a rede instalada no aeroporto de Guarulhos pode proporcionar velocidades até três vezes maiores do que as tecnologias 802.11 e é projetada para uso nas bandas de 2,4 e 5 GHz e na nova banda de 6 GHz.

Na prática, isso deve gerar experiências sem falhas para jogar ou assistir a vídeos, além de facilitar a passagem pelo caixa das lojas e dar suporte às operações administrativas.

“A rede do GRU também destaca o papel crucial do OpenRoaming em prover acesso ultrasseguro a redes Wi-Fi para as pessoas. Essa tranquilidade é essencial para continuar aumentando e manter a confiança nas redes públicas", afirma Tiago Rodrigues, CEO da WBA.

O acesso é instantâneo, não sendo preciso fazer o registro e login repetidas vezes, como acontece frequentemente com as redes públicas. Os usuários têm até quatro horas de acesso gratuito, inclusive em dispositivos Wi-Fi de gerações mais antigas, pois o serviço tem compatibilidade retroativa.

“O GRU Airport é o aeroporto mais movimentado da América do Sul. Com o Wi-Fi 6, nossos passageiros e funcionários operacionais agora contam com conectividade confiável, segura e sem falhas para garantir uma melhor experiência de viagem”, destaca Gustavo Figueiredo, CEO do Aeroporto Internacional de São Paulo.

Em funcionamento desde 1985, o GRU faz parte do consórcio empresarial formado pela Invepar e pela ACSA. Em 2019, último ano antes da pandemia, registrou o embarque e desembarque de mais de 20 milhões de pessoas, além de ter sido responsável por 42% das exportações e importações por via aérea no país.

Fundada em 2003, a WBA atua no desenvolvimento de padrões, diretrizes de mercado, testes, certificação e defesa da causa em programas como NextGen Wi-Fi, OpenRoaming, 5G, IoT, Testing & Interoperability e Policy & Regulatory Affairs.

O conselho da instituição inclui as empresas AT&T, Boingo Wireless, Broadcom, BT, Cisco Systems, Comcast, Deutsche Telekom AG, GlobalReach Technology, Google, Intel, Reliance Jio, SK Telecom e Viasat.  

Veja também

FINANCEIRO
TecBan lança caixa eletrônico com tecnologia 5G

Em projeto pioneiro na América Latina, já se observa menor tempo de resposta e maior velocidade.

MODA
Highstil adota Cisco Meraki com Econocom

Com o firewall, a indústria têxtil centralizou o gerenciamento de segurança da sede e fábricas.

CONEXÃO
Grupo Tauá: Wi-Fi em novo resort com CommScope

Empreendimento adotou soluções Ruckus para cobrir mais de 62 mil m² de área construída.

CARROS
A saída da Ford e a precariedade tecnológica do Brasil

Montadora teve que dar um passo atrás, enquanto concorrentes investem pesado em inovação.

CONTRATAÇÃO
Veloe anuncia nova head de TI

Fernanda Toscano vem da HDI Seguros, onde era superintendente da área há três anos.

GAMIFICAÇÃO
Raízen treina motoristas com Sábios

Com a plataforma, a companhia pretende capacitar cerca de 500 profissionais terceirizados.

ESTACIONAMENTOS
Estapar centraliza dados operacionais com Salesforce

Customização do Sales Cloud, antes utilizado somente para vendas, foi implantada com a Harpia Cloud.

BIOMETRIA
Rio testa embarque com reconhecimento facial

Aeroporto Santos Dumont está usando a tecnologia já testada em Florianópolis e Salvador.

CARROS
Sem Parar adota PIX

Nova forma de pagamento foi implantada por uma solução da Matera.

BIOMETRIA
Salvador testa embarque com reconhecimento facial

Aeroporto baiano é o segundo do país a receber o projeto-piloto do Governo Federal.