Mariana Polli. Foto: divulgação.

A Dígitro está entrando no segundo ano do seu programa interno de incentivo à capacitação, que já beneficiou 80 funcionários com bolsas de estudo variando de 30% a 50% do valor das mensalidades.

Foram 47 no ano passado e 33 até o momento em 2012, número que não é o total, pois as inscrições vão até agosto. O investimento total chega a R$ 120 mil até o momento.

As bolsas foram oferecidas para cursos de graduação, pós-graduação, MBA, certificações e especializações em geral, com carga horária mínima de 280 horas.

Entre os cursos escolhidos estão Sistemas de Informação e Ciências da Computação além de cursos de pós em Segurança e Qualidade e Engenharia de Software.

Em 2012, os três alunos que obtiverem as melhores notas ganham uma mensalidade 100% reembolsada ao final do semestre.

“Além de valorizar o capital humano, o programa estimula o crescimento intelectual do público interno da empresa, melhorando diretamente a qualidade dos serviços oferecidos”, afirma Mariana Polli, gestora de RH da Dígitro.

Sediada em Florianópolis, a companhia faturou R$ 115 milhões em 2011 tendo como principal mercado a área de telecomunicações.