LinkedIn agora terá posts patrocinados. Foto: divulgação.

O LinkedIn, em sua expansão de sua estratégia de anúncios em sua rede social profissional, anunciou o lançamento de seu serviço de atualizações patrocinadas para empresas e organizações.

Com o novo recurso, empresas poderão promover posts nas linhas de tempo dos usuários da rede, mesmo que elas não sigam suas páginas específicas, conforme destaca o TechCrunch.

De acordo com Anthony Ha, analista do site norte-americano, adotar o sistema de mensagens patrocinadas para dar mais visibilidade a marcas é um caminho comum para redes sociais, e com o LinkedIn não foi diferente.

A empresa já estava com o sistema rodando em regime de testes, mas agora foi lançado oficialmente. Inclusive, para informar os usuários da novidade, o VP de Product Management David Hahn fez um post especial nesta terça-feira, 23.

Segundo o executivo, empresas estão cada vez mais investindo para informar, educar e inspirar seus atuais e potenciais clientes, mas nem sempre os canais tradicionais de publicidade surtem o efeito desejado.

"Com os posts patrocinados, profissionais de marketing poderão distribuir conteúdos diretamente para profissionais relevantes em um lugar onde seus clientes consomem conteúdos relevantes profissionalmente", afirmou Hahn.

Segundo o executivo, os posts são visualizados por todos os 225 milhões de perfis cadastrados na rede, desde os perfis comuns até os assinantes premium. members.

Entre as empresas que já largarão usando o novo serviço, estão nomes como Allstate Insurance, Box , Domo, Charles Schwab, General Electric, Mercedes-Benz, Nissan Motor Company, The Weinstein Company, Wall Street Journal, and Xerox.

De acordo com números divulgados pela empresa, no último trimestre o LinkedIn contabilizou uma receita de US$74,8 milhões com produtos de publicidade, cerca de 23% da renda total do site, e um aumento de 56% de receita neste segmento em relação ao ano anterior.