Nivio Ziviani, co-fundador da Zunnit. Foto: Divulgação.

A Zunnit, startup especializada em análise preditiva que realiza coleta de dados e manutenção preventiva com base no comportamento dos consumidores, é a mais nova investida da Fundepar, empresa de investimento que apoia negócios emergentes, aportando recursos para estruturação de empresas de base tecnológica.

Concebida nos laboratórios da Universidade Federal de Minas (UFMG) pelos professores Nivio Ziviani e Alberto Laender, do departamento de ciência da computação da instituição, a Zunnit analisa o comportamento, a segmentação e o perfil de usuários de sites, blogs e portais, a fim de oferecer produtos ou indicar ações personalizadas. 

"Esse aporte financeiro é muito importante para ampliar o trabalho de engenharia e a capacidade de produção. É uma parceria que nos permitirá maior governança de todos os tipos de captação de recursos, além do incremento da área comercial", detalha Ziviani.

Criada em 2009, a Zunnit ganhou em 2011 a parceria da UFMG, que se tornou sócia do empreendimento a partir de um modelo de transferência de tecnologia. As atividades expandiram-se e a empresa passou a funcionar no BHTec, Parque Tecnológico de Belo Horizonte.

Recentemente, o foco da startup vem ganhando novas perspectivas com a incorporação de tecnologias de deep learning e análise de big data. A convergência dessas duas técnicas permite compreender e automatizar processos das empresas, aumentando os índices de vendas e eficiência. 

Além da parceria com a Zunnit, a Fundepar possui duas investidas, a Myleus Biotecnologia, que atua na área de análises genéticas para certificação de produtos de origem animal e vegetal, e o Techmall, cujo foco é promover a aceleração do desenvolvimento de startups de base tecnológica arrojada.