O Hospital Samaritano adotou o sistema On Base para centralizar informações dos pacientes. Foto: Divulgação.

O Hospital Samaritano adotou o sistema On Base, da Hyland, para centralizar todas as informações relacionadas ao atendimento do paciente.

A OnBase foi escolhida pela instituição como plataforma única para gestão da informação e automação de processos de negócios.

O Hospital Samaritano deu o primeiro passo para a adoção da solução com a migração dos prontuários (SAME) e Guias de Convênio Médico para a OnBase, permitindo aos médicos e funcionários o acesso a documentos e imagens dos pacientes sem a necessidade de sair do sistema de prontuário eletrônico.

O projeto seguiu com a implementação de Agendamento Cirúrgico Eletivo Online e autorização junto às operadoras, com o objetivo de diminuir o tempo de programação das cirurgias eletivas, melhoria da documentação necessária para aprovação e a redução dos prazos de autorizações das operadoras de planos de saúde.

Como desdobramento desta ação, outros processos - como gestão de OPMEs, orçamento e envio de proposta de fornecedores e integração com o sistema de gestão clínico - estão sendo revistos e mapeados para futura implantação.

O processamento de milhões de imagens e informações – documentos, guias, pedidos médicos, solicitações de internação e receituários do período de 2005 à 2014 foram realizados num curto espaço de tempo, segundo a empresa.

O projeto e transição para a OnBase envolveu uma equipe de cinco pessoas, incluindo fornecedor e cliente, que atuaram de agosto a outubro de 2014

O Hospital Samaritano de São Paulo foi inaugurado em 1894.  Ele nasceu como primeiro hospital privado da capital paulista.

O Complexo Hospitalar do Hospital Samaritano conta com 19 andares, 310 leitos de internação e Unidade de Terapia Intensiva, além de um Centro Cirúrgico com 16 salas para a realização de procedimentos de alta complexidade.

Fundada em 1991, a americana Hyland tem 1,5 mil colaboradores globalmente. A solução da empresa atende a 12 mil clientes.