Hospitais estão localizados em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Rede Ímpar, formada por seis hospitais e uma maternidade, adotou a solução da Fhinck, startup com software focado na eficiência operacional das atividades de back-office, para identificar pontos de melhoria nos processos do seu Centro de Serviços Compartilhados (CSC).

A implantação do software na empresa aconteceu com o apoio da própria equipe da Fhinck, do time de TI e da área de gestão de serviços e automação da Rede Ímpar.

Apesar da relação entre as equipes ter alguns anos, foi em 2018, durante a fase inicial do estudo de viabilização do CSC, que um post da startup sobre a ferramenta chamou a atenção da empresa e motivou o contato. Após um ano, a Rede Ímpar iniciou as atividades do centro já com o software. 

Na prática, o sistema é instalado nos computadores para entender como são os padrões de comportamento dos profissionais e das atividades realizadas no dia a dia da operação a fim de identificar oportunidades para melhorias.

Segundo a empresa, a adoção da ferramenta fez com que a Rede Ímpar começasse a mensurar a eficiência da operação de forma tangível, sendo possível mostrar os impactos que outros sistemas podem causar na capacidade produtiva.

Com dez meses de utilização, o grupo hospitalar já observou oportunidades de melhoria com automação, redução de custos relacionados à marcação de ponto versus jornada de trabalho e melhor qualidade das informações para a tomada de decisão junto à área de TI.

Até o fim de março, a produtividade da companhia ficava entre 53% e 56%. Com a pandemia, a rede passou a contar com a visibilidade da rotina do time, que está totalmente em home office. Neste período, a produtividade chega a picos de 66%.

“Sempre acreditei que a solução agregaria muito valor ao nosso dia a dia e hoje, com os resultados que temos alcançado, outras áreas corporativas já estão interessadas na solução", conta Samanta Bueno Paiola, coordenadora do CSC da Rede Ímpar.

A Rede Ímpar conta com hospitais localizados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, com cerca de 1,3 mil leitos hospitalares e mais de 7 mil colaboradores.

Fundada em 2015, a Fhinck atua em empresas como Accenture, Unilever, Natura Kroton, EMS e Rede D’or São Luiz. Por meio dos clientes, a solução já está presente em países como Estados Unidos, Canadá, México, Argentina, Índia e Singapura.