Celesc quer reduzir o custo da folha.

O plano de demissão voluntária (PDV) da Celesc Distribuição teve adesão de 734 empregados inscritos, 20,2% do quadro efetivo atual.

De acordo com nota distribuída pela Celesc, os colaboradores devem sair entre novembro deste ano e junho de 2013.

As demissões terão um custo total bruto de R$ 245,1 milhões, cerca de R$ 333 mil por colaborador.

Com a efetivação do PDV, a economia bruta gerada estimada é de R$ 579 milhões, podendo alcançar o montante anual de R$ 159,2 milhões até o término do plano, previsto para meados de 2018.

“Este programa faz parte da estratégia da empresa de adequação de seus custos operacionais, otimização dos processos e melhoria dos indicadores com vistas à agregação de valor aos acionistas”, afirmou a companhia em documento.