Empresa é fornecedora de software livre e distribuições Linux. Foto: flickr.com/photos/tojosan.

A Red Hat, fornecedora de software livre e distribuições Linux, teve um aumento de 16% do lucro líquido no segundo trimestre do ano fiscal de 2014. De US$ 35 milhões, registrados em 2013, para US$ 40.8 milhões.

Da mesma forma, a receita total da companhia está 16% maior, US$ 374,4 milhões frente aos US$ 322,5 milhões do ano fiscal anterior.

As assinaturas são responsáveis pela maior fatia da receita, somando US$ 326,6 milhões. O segmento de treinamento e serviços cresceu 9%, ou seja, arrecadou U$ 47,47 milhões.

"Esses resultados foram impulsionados em especial pelo crescimento das receitas com assinatura, um aumento de 17% em dólares e 18% em moeda constante. O crescimento no faturamento reflete os modestos gastos com TI na Europa e o impacto de grandes arranjos de negócio", destaca Charlie Peters, vice-presidente executivo e diretor financeiro da Red Hat.