Eduardo Gallo. Foto: divulgação.

A porto-alegrense Service IT Solutions fechou R$ 15 milhões em novos negócios na área de outsourcing só nos oito primeiros meses de 2012.

O resultado é fruto dos investimentos na unidade de Serviços Gerenciados, criada em 2011 para a oferta de administração de data center, gestão de acessos, usuários e mudanças, segurança da informação e consultoria ITIL.

Segundo o sócio-fundador e diretor Comercial da Service IT, Eduardo Gallo, os contratos de serviços fechados pela unidade já garantiram receitas para os próximos 36 meses.

Número que tende a aumentar: se for alcançada a meta estipulada pela companhia, até o final deste ano deverão ser conquistados outros dez projetos.
 
Gallo explica que a divisão nasceu da demanda de clientes que tinham dificuldades em manter ativas as soluções, após as implantações pela integradora.

“Foi uma forma de contribuir com a gestão e boas práticas de TI dos usuários o após as implementações”, explica o executivo.
 
A gerente da operação de Serviços Gerenciados, Gabriela Mazza, destaca que a unidade já representa um terço do faturamento da empresa e conta com 130 profissionais.

“Os colaboradores são treinados e certificados nas soluções dos fabricantes CA, EMC, IBM, Oracle, Red Hat, Riverbed e VMware”, afirma ela.

O gás da unidade de outsourcing reforça a meta da Service IT de triplicar, nos próximos três anos, o faturamento, que em 2011 foi de R$ 35 milhões.

Só em 2012, a meta da empresa gaúcha é crescer em torno de 60%, chegando a R$ 56 milhões.

DE CARA NOVA
A expansão também passa pela reestruturação da empresa.

Em maio deste ano, por exemplo, Daniel Lanes Pereira, um dos fundadores da Service IT, deixou a companhia.

Com isso, a estrutura acionária ficou com Eduardo Gallo, Fernando Raupp e Leandro Torres, que assumiram as diretorias Comercial, de Tecnologia e de Serviços, respectivamente.

Outra mudança foi que, ao invés de estarem sediados nas unidades de Porto Alegre e São Paulo, como acontecia anteriormente, os três sócios-diretores passaram a ficar na capital paulista, centralizando a gestão.

A reorganização também incluiu a criação de divisões de negócio, com equipes dedicadas às linhas de fabricantes parceiros: EMC/VMware, CA, IBM e Oracle.

Riverbed e Red Hat completam a lista de parceiros.

Com tudo isso, a estratégia é reforçar a posição da empresa como system integrator e incrementar a representação comercial de soluções, outsourcing e serviços profissionais.

“Em Porto Alegre, no que vai de 2012 já vendemos mais e já lucramos mais do que em todo 2011”, comenta Gallo. “O primeiro semestre deste ano foi o melhor de nossa história”, finaliza.

BASE FORTE
Com 1,2 mil clientes, em uma lista de nomes como Banrisul, Renner, RBS e Vivo, a Service IT emprega cerca de 200 colaboradores, distribuídos entre as unidades de Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

A estrutura se completa com uma filial em Buenos Aires, onde a companhia faturou R$ 4 milhões em 2011.