Alexandre Winetzki. Foto: divulgação.

A Stefanini, provedoras de soluções em TI, lançou em colaboração com sua subsidiária Woopi, a Empres, um conjunto de softwares, sistemas e processos que permitem acelerar e melhorar a performance de call centers, service desk e outros sistemas de atendimento.

Segundo destaca a empresa, a plataforma integrada tem por objetivo agilizar a interação com o consumidor ou usuário, seja por meio de voz, internet ou aplicativos móveis.

Com o Parli, a finalidade é substituir o atendimento humano baseado em scripts por ferramentas sofisticadas, substitindo o atendimento padronizado e o processamento de tarefas mecânicas, deixando pessoas apenas nas interações que demandam tomada de decisões críticas.

Além da redução nas PA´s, as plataformas inteligentes reduzem custos com treinamento, turnover, gestão de RH e retrabalho, aumentando os níveis de SLA e permitindo maior foco no negócio.

“Em qualquer central de atendimento, 50% dos requerimentos são perguntas que têm respostas-padrão. O que estamos fazendo é substituir estas interações por sistemas inteligentes, melhorando a eficiência dos serviços prestados e reduzindo o custo para as empresas”, afirma Alexandre Winetzki, presidente da Woopi.

Vale lembrar que o produto chega ao mercado cerca de um ano após a Stefanini ter adquirido a Woopi, empresa de Sorocaba especializada em aplicativos de internet, portais e softwares para o mercado digital.

A Parli possui diversas funcionalidades tais como sistema avançado de AI (inteligência artificial), com gestão de relacionamento multicanal, integração com sistemas de gestão de chamados e otimizações sem necessidade de programação adicional.

Para ilustrar a versatilidade da ferramenta, a fabricante também destacou usos em serviços de autoatendimento para cidadãos (hospitais, Detrans, bancos, seguradoras, serviços municipais e estaduais), comando de aparelhos domésticos e sistemas de controle de som, luz e climatização, biometria de voz, busca de palavras-chave, além de funcionar via voz ou chat.

“Nenhum sistema disponível no Brasil alcançou um grau tão alto de compreensão de contexto, isto é, entender o desejo do usuário e gerar uma ação a partir desse desejo”, orgulha-se Winetzki.

Com 26 anos de mercado dentro e fora do país, com atuação em 30 países, a Stefanini atende clientes do mercado financeiro, telecomunicações, seguradoras e setor público.

A companhia está entre as 100 maiores empresas de TI do mundo segundo a BBC News e foi apontada como a terceira empresa transnacional mais internacionalizada, segundo ranking da Fundação Dom Cabral.