O Cisco V2P realiza uma edição automatizada dos conteúdos da Globo. Foto: KenWolter/Shutterstock.

O Globo Play, aplicativo simulcasting e video on demand da Globo, foi lançado a partir do uso do Cisco Virtualized Video Processing (V2P), plataforma que edita e publica o conteúdo de forma virtualizada e automaticamente em tempo real.

A ferramenta da Globo foi lançada em novembro e permite que os telespectadores acessem o conteúdo da emissora a partir de dispositivos como smartphones, tablets, computadores e TV’s conectadas.

O Cisco V2P realiza uma edição automatizada dos conteúdos e publicando os vídeos em outras plataformas digitais.

“O V2P agiliza o processo de publicação. O material vai ao ar no aplicativo em questão de minutos após ter sido exibido na TV”, explica  Marcus Luz, diretor do segmento de Enterprise da Cisco do Brasil.

No Brasil, essa é a primeira vez que uma emissora de televisão aberta disponibiliza o seu conteúdo diário digitalizado em tempo real, em múltiplas plataformas. 

“Vivemos um momento de dinamismo, mobilidade e de otimização do tempo durante os deslocamentos. Com essa  iniciativa, o que queremos é continuar oferecendo o melhor conteúdo, onde quer que o nosso público esteja”, afirma Marcelo Souza, diretor de Mídias Digitais da Globo.

Em pouco mais de duas semanas no ar, o app registrou mais de 2 milhões de downloads. O Globo Play oferece acesso gratuito a trechos de novelas, séries e minisséries, assim como a programas jornalísticos e telejornais esportivos. 

Já os assinantes da Globo.com têm acesso às íntegras de novelas, séries e programas de humor. A assinatura da Globo.com custa R$ 12,90.

A programação ao vivo está disponível nas regiões metropolitanas do Rio e de São Paulo.