Bernardo Gomes. Foto: divulgação.

A Senior Solution, desenvolvedora nacional de aplicativos para o setor financeiro, divulgou nesta segunda-feira a aquisição da Pleno Tecnologia, empresa de soluções para administradoras de consórcios, por R$ 2,2 milhões.

A Pleno é a oitava aquisição realizada pela Senior Solution e a terceira com recursos captados na oferta pública inicial de ações, que foi realizada em 2013.

De acordo com Bernardo Gomes, Diretor Presidente da Senior Solution, a aquisição da Pleno Tecnologia consolida a presença da companhia no segmento de software para consórcios.

A compra da Pleno não é o primeiro movimento da empresa para se aproximar do segmento de consórcios. Em fevereiro, a empresa comprou por R$ 6,5 milhões a Aquarius Tecnologia, companhia paulista também dedicada ao setor.

"Acreditamos no futuro do segmento, por isso realizamos duas aquisições este ano e passamos a atender 89 das 177 administradoras de consórcios atuantes no Brasil, mais da metade do mercado", afirma o executivo.

Conforme dados divulgados pela Associação Brasileira da Administradoras de Consórcios (Abac), de janeiro a setembro 1,06 milhão de consorciados foram contemplados, um aumento de 6,0% frente ao mesmo período do ano anterior.

Os créditos disponibilizados aos diversos elos da cadeia produtiva chegaram a R$ 30,7 bilhões, aumento de 10,7%. No período de 12 meses encerrados em 30 de junho de 2015, a receita líquida da Pleno foi de R$ 2,4 milhões.

Em 2014, a Senior Solution reportou receita líquida de R$ 71 milhões, um aumento de 38,7% em relação ao resultado de 2013.

Segundo Gomes, a Senior deverá manter seu plano de crescimento por aquisições. No ano passado, após realizar o seu IPO, a companhia afirmou que possuía cerca de R$ 40 milhões alocados para seu crescimento inorgânico, com cerca de 120 empresas em seu radar para possível aquisição.

"Temos diversas oportunidades em nosso pipeline de aquisições e continuaremos a construir um portfólio completo de soluções para atender de forma abrangente todos os segmentos do setor financeiro”, lembra Gomes.