A AgroInova lançou o QMilk, software gratuito que auxilia na gestão da qualidade do leite. Foto: Pexels.

A AgroInova acaba de lançar o QMilk, um software gratuito que auxilia na gestão da qualidade do leite, com foco especial para controle de mastite bovina (inflamação da glândula mamária). O sistema foi desenvolvido em parceria com o laboratório Qualileite, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnica da Universidade de São Paulo.

O lançamento está ligado a novas exigências do setor. Até 2018, os produtores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste precisarão se adaptar à Instrução Normativa 62 do Ministério da Agricultura, que reduz os níveis de contagem de bactérias (CPP) e de células somáticas (CCS).

A solução oferece diversas opções de relatórios gerenciais sobre qualidade do leite, produzidos com base em dados de análise laboratorial e informações obtidas na fazenda, trazendo subsídios para a elaboração de planos de ação que visam a melhoria da qualidade do leite.

“Como a mastite bovina é uma das principais fontes de prejuízo em fazendas leiteiras, é fundamental o controle de informações sobre casos dentro do rebanho. Hoje, existe uma dificuldade na integração dos dados de CCS que vêm de laboratórios com os demais dados gerenciais, e o QMilk chega para facilitar essa integração”, explica o Marcos Veiga, coordenador do Qualileite.

O QMilk é também um portal de comunicação e capacitação que leva informações técnicas para o produtor de leite. 

“O QMilk é mais uma prova do nosso comprometimento com o agronegócio. Os produtores estão pressionados pelo aumento de custos e estreitamento das margens e a gestão eficaz da mastite é uma das principais soluções, já que possibilita elevar a produtividade e a lucratividade”, diz Adriano Romero, diretor de Operações da AgroInova.

Em fevereiro, a AgroInova recebeu um investimento da TechTrends. Fundada em 2012, a companhia nasceu na Incubadora de Empresas do Agronegócio da Universidade de São Paulo (USP), em Pirassununga. 

A empresa oferece os softwares InovaPeixe e InovaLeite. Para 2016, a meta da AgroInova é quadruplicar sua base de clientes, mas não divulga o número de companhias já atendidas.