SugarCRM está em alta no mercado. Foto: Pixabay.

O SPC Brasil, maior empresa de serviço de informações sobre crédito do consumidor do país, adquiriu o software de gestão de relacionamento com clientes (CRM, na sigla em inglês) SugarCRM, em um projeto vendido pelo parceiro paulista ITFuture.

Em nota, a SugarCRM destaca que o SPC selecionou a versão enterprise do CRM open source em uma competição com nove concorrentes, dos quais três chegaram até a lista final com 100% de aderência aos requisitos.

“Foram então avaliados pontos como melhoria no fluxo de atendimento e garantia na qualidade do atendimento, automatização dos processos, rastreabilidade, eficiência operacional, integração dos demais sistemas”, aponta Ricardo Almeida, superintendente de TI da entidade.

Com início em novembro deste ano, o projeto tem previsão de término em até cinco meses. 

“Nosso intuito é prover soluções para que as empresas associadas vendam mais e recebam, além de gerar receitas novas para nossa rede de negócios” finaliza Almeida.

Lançada em 2004 como um CRM open source, a SugarCRM afirma ter 1,5 milhões de usuários. Analistas apontam que boa parte deles estão usado a versão não paga, no entanto.

A empresa vem crescendo e em 2014 o Goldman Sachs investiu US$ 40 milhões no negócio. 

No Brasil, a companhia começou a ter uma presença em 2013, como uma repercussão de um acordo global assinado pela IBM.

O canal ainda é pouco desenvolvido no país, contando apenas com a Sinergis na categoria Elite e a ITFuture na categoria Advanced. 

Foi neste ano, no entanto, que a companhia começou a aparecer de maneira mais consistente, com executivos dando entrevistas sobre os planos para o mercado nacional.

Em maio a empresa contratou Francisco de Oliveira Lopez, um executivo com 22 anos de mercado, como seu head de vendas no país.

Lopez foi diretor de vendas para o Brasil da Infor. diretor de vendas de manufatura da SAP do Brasil e tem passagem por empresas como Siebel, IBM e Neoris.