Celso Previdelli assumiu os canais da Autodesk no Brasil.

A Autodesk nomeou Celso Previdelli, ex-VP de Vendas da LG Electronics no Brasil, para assumir o posto de diretor de canais na América Latina.

De acordo com nota da CRN Brasil, Previdelli deve trabalhar para convencer os 50 parceiros no país a investir em especialização e capacitação de suas equipes para novas tecnologias e conceitos mais complexos que integram o portfólio da Autodesk.

Previdelli atuou por sete anos na LG, tem passagens também pela AMD, onde foi gerente geral no Brasil, e pela Intel, onde foi gerente de vendas para o país. O executivo foi o primeiro brasileiro a ocupar uma vice presidência local da da multinacional coreana.

A experiência vem bem em um momento em que a Autodesk passa por uma fase conturbada no Brasil.

Em março, a PARS, com quem a Autodesk mantinha um acordo de distribuição no Brasil, foi adquirida pelo grupo chileno Sonda, em um negócio de R$ 94,7 milhões.

Em outubro do ano passado, deixou a companhia Acir Marteleto, que estava na empresa desde 2001 e comandava os negócios no Brasil nos últimos seis anos.

O executivo foi substituído interinamente pelo líder para América Latina Martin Moreno, que acabou saindo em dezembro. A Autodesk não divulgou novos nomes para as posições até o momento.

No terceiro trimestre do ano fiscal de 2013, concluído em novembro do ano passado, a empresa divulgou uma pequena queda no faturamento, que atingiu US$ 548 milhões, R$ 1 milhão a menos do o obtido no mesmo trimestre do ano fiscal anterior.

A divisão de mercados emergentes, criada no começo de 2012 para unir os negócios  nos países do bloco BRIC – Brasil, Rússia, Índia e China – e outros mercados promissores, foi especialmente mal. A queda no faturamento chegou a 9% para US$ 80 milhões.

A divisão caiu sua participação nas receitas totais para 15%. A meta da Autodesk é chegar a 30% do faturamento vindo dessa região, o que pode estar elevando a pressão sobre a alta gestão da empresa nos países emergentes.