O Hospital Bité Médica. Foto: divulgação.

O Hospital Bité Médica, da Cidade do México, vai inaugurar suas atividades no dia 07 de fevereiro, e apostou no ERP Soul MV, da MV Sistemas, para gerir a operação.

A instituição atua no conceito de “hospital boutique”, padrão que preconiza a oferta de instalações e equipamentos luxuosos.

Conforme o gestor do hospital, Alfredo Gobera, o ERP foi escolhido em um processo do qual participaram diversos fornecedores locais e multinacionais de software já estabelecidas no México.

A decisão pelo sistema da companhia que tem matriz em Porto Alegre e sede no Recife se deu pelo foco nas demandas específicas do setor, resultante da expertise de quem já atende a mais de 500 clientes nos setores público e privado do Brasil e exterior.

“É nosso primeiro cliente no país, e será uma vitrine para a expansão das atividades na América Latina”, ressalta Marcos Sobral, diretor de Negócios Internacionais da MV.

Especializada em sistemas de gestão de saúde, a MV projetava encerrar 2012 com faturamento na casa dos R$ 125 milhões. O número oficial ainda não foi divulgado.

Além da matriz e da sede, a companhia mantém fábricas de software em Passo Fundo e na capital pernambucana, e dez filiais pelo país.

Traduzido em usuários, o universo de clientes da empresa ultrapassa os 200 mil profissionais, totalizando um grupo de instituições cujo faturamento, somado, passa dos R$ 10 bilhões por ano.

A MV tem investido no crescimento inorgânico. Em 2012, comprou as empresas Microdata, Centercall e Micropacs, que compõem o Grupo Microdata, focado em software de gestão de imagens médicas, além do porto-alegrense Grupo Hospidata, composto por HDS Assessoria e Serviços, HD Processamento e Hospidata.

Segundo o presidente da MV, Paulo Magnus, a expectativa é que em dois anos só as soluções da Microdata representem 20% do faturamento geral.

“Nosso objetivo é prover sistemas de gestão para todos os nichos da área de saúde”, afirma o executivo.