José Rizzo Hahn Filho.

A Pollux, empresa de automação industrial sediada em Joinville, acaba de lançar a Pollux Digital, uma unidade de negócios focada em projetos de internet industrial.

O termo internet industrial diz respeito a um novo tipo de manufatura com um uso pesado de sensores dentro da chamada Internet das Coisas, mas também produção automatizada e análise de grandes volumes de dados na nuvem.

A nova empresa será comandada pelo recém contratado Ricardo Gonçalves, ex-CEO da Neogrid North America, junto com Cédric Craze, um dos sócios da Pollux.

Gonçalves fez carreira na Neogrid, onde entrou em 2000 e assumiu os negócios na América do Norte a partir de Chicago em novembro de 2015.

Já Craze foi CTO da Pollux da fundação, em 1998, até o final de 2008, quando saiu da empresa para assumir as vendas da multinacional de sistemas de visão Cognex no Brasil, onde ficou até 2013, quando voltou para a Pollux.

“A convergência entre tecnologias de operação e de informação é um dos temas mais relevantes na indústria atualmente”, explica José Rizzo Hahn Filho, diretor presidente da Pollux.  

Um exemplo dessa abordagem dentro da Pollux é o V-Pak RT, um produto focado na indústria farmacêutica.

Ele combina equipamentos câmeras e leitores integrados, a área de expertise natural da Pollux, com integrações com os sistemas de gestão dos clientes por meio de software criado pela empresa catarinense.

A Pollux é uma das companhias que está liderando a movimentação pela adoção de novas tecnologias na indústria brasileira, movimento conhecimento internacionalmente como Indústria 4.0.

Hahn é o presidente da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), uma entidade criada junto com a federação de indústrias catarinense e a Embraco, uma fabricante de compressores para refrigeração também sediada em Joinville.

A criação da entidade foi inspirada no consórcio internacional (Consórcio de Internet Industrial - IIC) criado em 2014 nos Estados Unidos pela AT&T, IBM, GE e Intel, no qual a Pollux é uma das duas representantes brasileiras.

A Pollux é sediada no condomínio empresarial Perini Business Park, no Distrito Industrial de Joinville. Além do negócio de automação, a empresa também tem uma linha de negócios focada em robótica.

Em 2015, a empresa estabeleceu a meta de dobrar o faturamento de R$ 50 milhões nos três anos seguintes.