Portugal está em alta para investimentos de tecnologia. Foto: Pixabay.

O Google vai abrir um centro de serviços em Oeiras, na região metropolitana de Lisboa, com 500 funcionários focados em atender Europa, Médio Oriente e África.

A informação foi revelada pelo primeiro ministro português, Antônio Costa, durante apresentação Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

A palestra visava vender Portugal como destino de investimentos em tecnologia.

Oeiras é uma cidade pequena, com 173 mil habitantes, mas concentra muitos centros de pesquisa de multinacionais, incluindo nomes como de tecnologia como Oracle, HP e Unisys, além de empresas em geral como General Electric, L'Oréal e BMW.

Jornais portugueses, falando com fontes não identificadas, revelaram que o centro será aberto até julho de 2018.

O Google confirmou o investimento ao jornal Diário de Notícias e disse que o centro será focado em ajudar "fornecedores terceiros".

Lisboa vem há tempo se posicionando como um hub de tecnologia.

Um dos sinais mais visíveis é o WebSummit, um evento realizado na capital portuguesa desde 2010, que serve como vitrine para as startups do país.

Nesse ano, foram apresentadas 150 companhias, para um público total de 60 mil pessoas.

As vagas a serem abertas pelo Google são uma possibilidade para brasileiros, que nos últimos tempos se tornou um destino desejado para imigração.

Nos primeiros sete meses de 2017 foram emitidos 185 dos chamados Golden Visas para brasileiros em Portugal.

O número é mais da metade dos 247 emitidos desde que essa modalidade de imigração foi criada, em 2012, o que mostra que realmente temos uma tendência em alta.

Esse tipo de visto é uma autorização de residência concedida pelo governo português em contrapartida de um investimento no país.

Isso pode ser feito por uma transferência de capitais no valor mínimo de €1 milhão, da criação de dez postos de trabalho, da compra de imóveis a partir de € 350 mil, no caso de construções que tenham mais de 30 anos ou que estejam em área de reabilitação urbana, entre outros investimentos.

Esse é só o topo de pirâmide. Cerca de 80 mil brasileiros residem em Portugal com vistos regulares, segundo dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

O número real pode ser maior, se incluídos os brasileiros com passaporte europeu ou que estão no país irregularmente.