O PagSeguro levantou US$ 2,7 bilhões com sua oferta pública de ações (IPO). Foto: Reprodução/NYSE.

O PagSeguro, sistema de pagamentos do UOL, levantou US$ 2,7 bilhões com sua oferta pública de ações (IPO) na bolsa de valores de Nova York. O valor representa a maior abertura de capital de uma empresa brasileira nos Estados Unidos.

A companhia também registrou o maior IPO da bolsa americana depois do Snapchat, que conseguiu US$ 3,4 bilhões há quase um ano.

O PagSeguro precificou suas ações em US$ 21,50, valor maior que a faixa de preço estabelecida de US$ 17,50 a US$ 20,50.

“Pretendemos financiar aquisições seletivas e investimentos em negócios, tecnologias ou produtos que sejam complementares ao nosso negócio. Também pretendemos usar uma parte dos recursos desta oferta para financiar nosso capital de giro”, diz o comunicado da empresa, feito na época do pedido de IPO.

Goldman Sachs e Morgan Stanley foram os líderes da oferta, que ainda contou com a participação de Itaú BBA, BofA, Bradesco BBI, Credit Suisse, Deutsche Bank e JP Morgan.

De janeiro e setembro de 2017, o PagSeguro registrou receita de R$ 1,69 bilhão e lucro líquido de R$ 290,2 milhões. O valor é três vezes maior que o resultado do mesmo período do ano anterior.

Na quarta-feira, primeiro dia de negociações do PagSeguro, as ações da companhia subiram 35,8%. A valorização levou o valor de mercado da empresa para US$ 8,99 bilhões.