USP tem sua própria nuvem. Foto: flickr.com/photos/31829812@N00

A Universidade de São Paulo (USP) anunciou a Nuvem USP, um serviço de Cloud Computing para hospedar ferramentas e recursos.

Conduzida pela Solve System, parceira Citrix, a implementação será realizada em dois data centers e atende todas as unidades e áreas de ensino e pesquisa. A infraestrutura suporta os órgãos que centralizam os sistemas de computação da USP.

Essa é a segunda fase do projeto, que começou a ser implantado no ano passado com a disponibilização do novo sistema de e-mail da Universidade. A partir de agora, as Seções Técnicas de Informática das Unidades/Órgãos terão acesso a ambiente de testes para a criação de servidores virtuais.

Conforme a instituição, esta é a primeira cloud universitária da América Latina e a primeira no Brasil no segmento acadêmico. O serviço abriga serviços em três níveis: corporativo, educacional e científico, acessíveis também em dispositivos móveis e computadores terminais (thin-clients) instalados pelas unidades.

O objetivo é prover os serviços por meio de uma interface web para que as unidades, departamentos e laboratórios possam gerir servidores, storage e rede através de um portal.

De acordo com divulgação de 2010, a universidade estadual tem cerca de 88 mil alunos e está presente em oito municípios. Em 2011, o QS World University, da Inglaterrra, colocou a USP entre as 300 melhores universidades do mundo.

Instituições estrangeiras, como Harvard e Massachussetts Institute of Technology (MIT), também tem seus modelos de cloud.
 
RECURSOS
Na prática, os funcionários administrativos, docentes, pesquisadores e alunos envolvidos em pesquisas podem criar ambientes computacionais sem qualquer morosidade burocrática ou em detrimento de compra, instalação física e ativação.

No uso administrativo, estão englobados serviços de endereço eletrônico, pagamentos, recursos humanos, gerenciamento de disciplinas e notas, emissão de diplomas e certificados, convênios e contratos.

No educacional, a Nuvem USP abrigará os serviços voltados à graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão universitária, com conteúdos educacionais e digitalização e disposição on-line dos acervos de suas bibliotecas e museus.

No científico, os serviços serão voltados à atividade de investigação científica, tanto com ênfase no armazenamento massivo de dados quanto no processamento computacional intensivo.

Dentro do conceito do e-science, a Nuvem USP permitirá, por exemplo, a coleta de informações, de forma mais ágil, para os rankings internacionais de avaliação de universidades.