Empresa queria identificar oportunidades e possíveis gargalos. Foto: flickr.com/photos/logisticamexico.

A Icaper, empresa fabricante de abrasivos, investiu R$ 55 mil no ERP da Cigam. Foram implantados para dez usuários os módulos de gestão financeira, gestão de materiais, faturamento, compras, escrita fiscal, vendas, PCP engenharia, PCP controle e PCP planejamento.

“A busca por um ERP se deu a partir do crescimento da empresa, da necessidade de concentrar nossas informações e de reorganizar alguns processos para redução de retrabalhos. Com o ERP, atendemos também aos requisitos do planejamento estratégico da organização”, explica Raphael Sorde, analista de Suporte da Icaper.

Para ele, a empresa precisava identificar com mais rapidez tanto as oportunidades de negócios, quanto os possíveis gargalos. 

A fim de interferir o mínimo possível no trabalho dos colaboradores, os módulos foram implantados um por vez.

De acordo com Sorde, 0,3% do faturamento mensal é reservado para manutenção na área de TI. 

“Entendemos que é uma área que merece investimento e é de extrema importância para a companhia, pois traz resultados reais”, contou. 

A Cigam, desenvolvedora de softwares de gestão de Novo Hamburgo, faturou R$ 45 milhões em 2013, um crescimento de 8% em relação a 2012.

Para 2014, a empresa estima um crescimento de 22%.

Atualmente, a companhia conta com mais de 3,5 mil clientes e mantém uma taxa de retenção de 99,98%. 

São 42 unidades de atendimento distribuídas pelo país e uma no México, o que soma 700 colaboradores.