Divulgação, Wisam Allami/Flickr

Um rompimento de cabos está comprometendo os serviços de internet e telefonia das operadoras GVT, TIM, Nextel e Vivo na região Sul do Brasil, além de gerar intermitência em São Paulo.

Segundo comunicado da área de suporte da GVT, o serviço foi afetado depois que três pontos da rede de longa distância que faz a comunicação de dados para várias operadoras de telefonia e banda larga que operam na região foram rompidos.

O rompimento teria ocorrido em cabos da Intelig, GVT e Eletronet, e teria começado a causar transtornos às 13h dessa quarta-feira, 25.

Conforme o site Globo.com, os danos ocorreram no local onde são administradas estas conexões, em São Paulo.

A previsão de normalização é até o final do dia.

Somadas, as populações dos três estados do Sul, os mais atingidos, são de 27,3 milhões de habitantes, ou 14,3% da população nacional, respondendo por 16,5% do PIB brasileiro, conforme o IBGE.

As operadoras não divulgam números de clientes atingidos.

Porém, até março, TIM e Vivo somavam 22,5 milhões de linhas na região, ou 62% do mercado, segundo dados da Anatel, o que significa que grande parte da população dessa região pode ter sido afetada.

Segundo relatos de clientes em redes sociais, lentidão e falta de acesso são os problemas principais.

“GVT lenta ou praticamente parada. TIM sem sinal. Não vejo relação mas essa é a realidade”, publicou Loimar Pasqualetto em mensagem para o perfil do Baguete Diário no Twitter.

Mesmo sites como Google não eram acessados, e serviços como ligações pelo celular estavam comprometidos, conforme os leitores.

Isso ocorreu em várias regiões do estado como Porto Alegre e Erechim.

De acordo com comunicado da GVT, mesmo as rotas alternativas para o tráfego de dados estariam apresentando lentidão, em função de compartilhamento da banda entre operadoras.

Em novembro de 2011, outra falha em linha de transmissão prejudicou o serviço de clientes da operadora TIM em partes dos três estados do sul do Brasil.

No Rio Grande do Sul, as principais cidades atingidas foram Porto Alegre, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

Quatro meses antes, a GVT sofreu uma pane nos seus serviços de internet no estado gaúcho. Lentidão e queda dos serviços foram sentidos por clientes em Porto Alegre, Viamão, Canoas, Novo Hamburgo, Pelotas e Passo Fundo.