Alexandre Cicconi, gerente de regionais da Brasoftware.

A Brasoftware aumentou em 51% seu faturamento na região Sul do Brasil durante o primeiro semestre deste ano, como resultado de uma política de regionalizar o atendimento a partir da abertura de uma filial em Curitiba.

O crescimento é acima da média de 35% registrada no país como um todo no ano passado, quando a revenda de softwares faturou R$ 425 milhões.

O carro chefe da Brasoftware é tecnologia Microsoft, mas a empresa também trabalha com Symantec, McAfee, Adobe, CA e Autodesk.

A meta é fechar o ano com 70% de crescimento, afirma o gerente de regionais da Brasoftware, Alexandre Cicconi, sem abrir números específicos, mas informando que hoje o Sul responde por 8% das vendas, divididos mais ou menos igualmente entre os três estados.

“No primeiro semestre deste ano, o destaque foi para a implementação de soluções em cloud computing para novos clientes, mas também crescemos bastante com a atualização e renovação de contratos já existentes”, comenta Cicconi.

Entre os clientes novos na carteira estão organizações do porte de Terra, Agiplan, Unisinos e o TRT9 (Tribunal Regional do Trabalho – 9º região).

Para o segundo semestre, o plano é reforçar a área de vendas para governo, tradicionalmente um forte da Brasoftware, que tem um terço do faturamento oriundo das compras públicas, especialmente prefeituras, apostando em vendas de pacotes com licenças de Office 365 e do pacote para escolas, que tem um preço inferior.

Ao todo, a Brasoftware já atendeu mais de 300 mil clientes e comercializou em torno de 10 milhões de licenças de software, emprega 165 colaboradores.