Alog agora é 100% da Equinix. Foto: divulgação.

A Equinix, multinacional de serviços de data center e interconexões, finalizou a sua aquisição da brasileira Alog Data Centers do Brasil, em uma transação comercial de US$ 225 milhões.

O negócio conclui o movimento feito pela companhia norte-americana em 2011, quando, juntamente com a Riverwood Capital, a multinacional comprou 53% da organização e agora adquiriu os 47% restantes da empresa.

Mesmo com a integração, a Equinix não pretende extinguir a marca Alog para substituir por Equinix em um futuro próximo. Segundo executivos da multinacional, não há pressa para que esse processo seja realizado.

Segundo o presidente da Equinix para as Américas, Karl Strohmeyer, ao absorver totalmente a empresa brasileira, a Alog está pronta para uma nova etapa de crescimento no país. Com a Alog, a Equinix possui 101 data centers em 32 mercados.

“O forte posicionamento da Alog no mercado brasileiro e o seu modelo de negócios aderente ao da Equinix foram fundamentais para que tivéssemos a oportunidade de entrar na América Latina e atender a alta demanda por serviços de data center”, afirma Strohmeyer.

Sob o controle da Equinix, a operação da Alog recebeu investimentos para expandir seu data center em Tamboré, em São Paulo. O site já recebeu aportes de R$ 60 milhões em suas duas primeiras fases e recentemente teve R$ 52 milhões para a terceira e última etapa.

Com a expansão, o data center terá capacidade para 1.270 racks e total de 3.200 m² de piso elevado. Projetado com base em conceitos de TI Verde, o consumo de água no site foi reduzido em 70% e o consumo de energia, em 10%.

O site da Alog em Tamboré já hospeda clientes como Apontador e Maplink, ambas do Grupo LBS Local, empresas que trafegam mais de 40 terabytes por mês.

Em todo o país, onde opera em dois estados (São Paulo e Rio de Janeiro), a Alog atende mais de 1,5 mil clientes corporativos em seus quatro data centers – todos com certificação SAP Infrastructure Operations Services – nas cidades do RJ, SP e Tamboré.

Combinados, eles somam 33 mil m² de área construída com capacidade para mais de 100 mil servidores.