Marilia Rocca.

A Resource, uma das maiores integradoras de serviços de TI do país, será uma revenda do Fluig,  plataforma de produtividade e colaboração da Totvs. 

A empresa faz parte da lista de 15 canais do software anunciados nesta segunda-feira, 25. 

Além da Resource, foram divulgados os nomes da software house Escriba, especializada em softwares para gestão de cartórios notariais e registrais, localizada em Curitiba, e a IVTS, revenda paulista com 15 anos de experiência no mercado de ERP e CRM. 

O restante da lista não foi aberto pela Totvs. Procurada, a empresa disse por meio da sua assessoria de imprensa que não libera todos os nomes por causa de algumas “alianças em vigência”.

Além de Curitiba e São Paulo, também há novos parceiros no Rio de Janeiro, Porto Alegre e Santa Catarina.

Pelas características do Fluig, software que a Totvs não se cansa de dizer que é “complementar e agnóstica ao ERP” do cliente, é provável que alguns desses parceiros trabalhem com soluções de software de gestão concorrentes da gigante brasileira.

A Resource, por exemplo, faz implementações do ERP da SAP, o grande adversário da Totvs no mercado nacional. 

“Já usamos o Fluig em nossa organização. A expectativa agora, ao se tornar um canal, é trazer mais uma opção inovadora e diferenciada para nossos clientes, de forma a simplificar o ambiente complexo de seus negócio”, afirma Paulo Miguel Anjos, vice-presidente da Resource. 

A companhia previa faturar de R$ 400 milhões em 2013 e tem atende a mais de 300 clientes por meio de 18 escritórios, 14 deles no Brasil e  quatro no Chile, Argentina, Colômbia e Estados Unidos.

“Temos a certeza que cresceremos juntos, pois temos produtos para impulsionar a estratégia dos canais multimarcas por complementarem o portfólio de fornecedores tradicionais de softwares de gestão”, declara a vice-presidente de Plataformas e Cloud da Totvs, Marilia Rocca, responsável pela unidade Fluig.

De acordo com Marília, a meta da Totvs é fechar o ano com 35 canais do Fluig.

Lançado em julho do ano passado, o Fluig roda na nuvem e inclui funcionalidades de GED, workflow e BPM integrados a conceitos de rede social.

O software parece ser a grande aposta da Totvs no momento. 

Em setembro do ano passado, a companhia buscou um financiamento de  R$ 658 milhões junto ao BNDES – o maior da sua história – e anunciou que do total R$ 58,4 milhões seriam investidos na ferramenta.

A meta de 35 canais significa ter em apenas três cidades mais da metade dos cerca de 50 canais que a empresa tem no país todo hoje em dia.

Quantidade de canais não significa volume de vendas, é claro. Os canais da Totvs para ERP tem dedicação exclusiva e controlam grandes territórios individualmente, o que não será o caso com o Fluig.

Segundo a Totvs revelou em maio, o Fluig já tem mais de 100 clientes no país. Poucos nomes de clientes foram divulgados até agora. 

A lista inclui a gaúcha Lamb Engenharia, o grupo paranaense CR Almeida, controlador da concessionária EcoRodovias e a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG). 

A Totvs cresceu 14% em receita líquida em 2013, fechando o ano com R$ 1,6 bilhão de faturamento.