Trens no centro de manutenção da Siemens.

A Siemens Mobility, empresa do grupo Siemens fabricante de equipamentos relacionados a transporte ferroviário, está usando uma impressora 3D da Stratasys para imprimir algumas peças na hora no seu centro de manutenção em Dortmund, na Alemanha.

Em nota, a Stratasys afirma que a Siemens reduziu o tempo de fabricação dessas peças em até 95% e agora pode atender continuamente a todas as demandas internas e dos clientes. 

Não é revelado quando do inventário passa a estar disponível dessa forma. O centro da Siemens realiza a manutenção de aproximadamente uma centena de trens mensalmente. 

Para se adequar a este grande volume de atividade, a empresa investiu em uma Impressora 3D industrial, modelo Fortus 450mc, da Stratasys para produzir peças de substituição e ferramentas sob demanda.

“As atividades do centro requerem enormes volumes de soluções personalizadas. É aqui que nossa impressora 3D Fortus 450mc se encaixa perfeitamente, ao possibilitar a produção de peças personalizadas e únicas, de forma rápida e econômica”, comenta Kuczmik.

Anteriormente, a Siemens contava apenas com métodos tradicionais, como fundição, para atender às demandas dos clientes. 

Com o uso de função, o tempo médio para a produção de uma peça final personalizada era de seis semanas, o que resultava em longos prazos de entrega para os clientes. Para peças únicas, esse processo era financeiramente inviável. 

Para obter rentabilidade, a equipe muitas vezes era obrigada a moldar grandes volumes, o que implicava na produção de muitas peças obsoletas.

Agora, as peças ficam prontas agora em apenas 13 horas. 

“Em uma semana, podemos iterar e otimizar o projeto e, em seguida, imprimir em 3D uma peça de grau industrial final e personalizada”, diz Tina Eufinger, desenvolvimento de Negócios em Manufatura Aditiva, Divisão da Siemens Mobility.