Funcionária do Grupo Atem. Foto: DIvulgação.

O Grupo Atem, o oitavo maior distribuidor de combustíveis do país, está implementando o sistema de gestão SAP S/4 Hana rodando na nuvem, em um projeto iniciado no final do ano passado com consultoria da T-Systems Brasil.

Inicialmente, a implementação abrange 34 das mais de 70 empresas do grupo, que atua em 12 segmentos distintos, com destaque para a área de combustíveis.

Até aqui, o projeto na Atem está 50% implementado, envolvendo uma equipe de 74 pessoas, sendo 34 key users do grupo. Por causa da pandemia de Covid-19, o go-live foi adiado de julho deste ano para janeiro de 2021. O novo sistema deve ter 130 usuários.

“Estamos trabalhando para, em janeiro, migrarmos 34 empresas do grupo para o novo sistema de gestão, o que será feito no modelo de big bang”, revela Carlos Junior, gerente do projeto na Atem.

Para isso, o faseamento do projeto não está sendo realizado por módulos, mas por empresas. 

Na data da virada, cada uma delas entrará em operação com 9 módulos do SAP S/4HANA Cloud Single Tenant já integrados a quatro sistemas legados do grupo. 

De acordo com o executivo, além da implementação destes módulos, há outros subprojetos correndo em paralelo para garantir estas integrações, envolvendo 637 processos de trabalho que serão atendidos pelo SAP em todas as empresas. 

Até agora, a Atem usava um sistema de gestão focado exclusivamente no setor de combustíveis, cujo nome não chega a ser revelado pela T-Systems na nota para imprensa divulgando o projeto. Ainda que a Linx tenha uma boa presença nesse nicho, o mercado é ainda bastante fragmentado.

“Como nos tornamos multissegmento, ele não atendia mais nossas demandas. Tomamos a decisão de adotar um sistema de gestão que suporte nosso crescimento e permita integração de todas as empresas do grupo”, afirma Carlos.

Uma das novas áreas de negócios que a Atem está envolvida é no setor elétrico.

A  empresa faz parte de um consórcio que se comprometeu a fazer aportes de R$ 777 milhões na Amazonas e Roraima Energia, duas empresas do setor de distribuição de energia elétrica antes pertencentes à estatal Eletrobrás.

Ambas companhias estão fazendo também uma implantação do S/4 Hana, em um projeto conduzido pela Meta e iniciado em novembro de 2019.

A Atem atua nos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, com bases próprias de distribuição localizadas nas cidades de Manaus, Porto Velho, Miritituba e Cruzeiro do Sul. São ao todo mais de 300 franqueados e mais de 2.000 clientes ativos.

A T-Systems está presente no Brasil desde 2001 e hoje conta com 13 escritórios, dois data centers e mais de 2 mil colaboradores.