COMÉRCIO EXTERIOR

Thomson Reuters usa software da KPMG

26/01/2015 12:48

Objetivo da empresa é ampliar oferta de serviços no segmento de Comércio Exterior.

A Thomson Reuters adquiriu a solução de conteúdo K-Origin, da KPMG. Foto: mkos83/Shutterstock.com

Tamanho da fonte: -A+A

A Thomson Reuters, provedora líder mundial de soluções e informações inteligentes para empresas e profissionais, acaba de anunciar a aquisição da solução de conteúdo K-Origin, desenvolvida pela KPMG, para ampliar sua oferta de serviços no segmento de Comércio Exterior.

O K-Origin – desenvolvido originalmente no mercado sul coreano – é um software integrado que empresas utilizam para determinar se as mercadorias que produzem são qualificáveis para tratamento preferencial ou taxas alfandegárias diferenciadas aplicadas em Tratados de Livre Comércio (FTAs, na sigla em inglês), considerados um elemento crucial do comércio global.

“A aquisição do K-Origin vem complementar nossa oferta para o mercado de Gestão do Comércio Exterior ao possibilitar que nossos clientes aproveitem integralmente os FTAs e gerenciem suas transações globais mais efetivamente”, afirmou Taneli Ruda, senior VP e presidente mundial da divisão de Global Trade Management (GTM) da Thomson Reuters.

A atuação da Thomson Reuters neste segmento teve início há dois anos, quando a empresa adquiriu a holding T.Global e incorporou em seu portfólio as soluções Softway, Softleasing e Trade-Easy. Atualmente, essas marcas compõem um novo branding, Onesource Global Trade (Powered by Softway). 

Segundo Menotti Franceschini, diretor geral da divisão de GTM da Thomson Reuters no Brasil, a solução K-Origin – que chega ao mercado brasileiro e latinoamericano sob a marca Onesource Global Trade FTA – ajudará as empresas na gestão de compliance e otimização de custos por meio da adoção de acordos que o Brasil já faz parte e outros que poderá fazer. 

“Isso vem ao encontro da necessidade do Brasil de ter seus produtos mais competitivos no mercado global para ampliarmos o volume e principalmente a balança comercial”, explica o executivo.

Eduardo Vitor, head de Gerenciamento de Produtos e Mercados da divisão de GTM da Thomson Reuters para economias emergentes, complementa: 

“O Onesource Global Trade FTA possibilita a automatização do processo de Declaração de Origem e emissão dos Certificados de Origem, cálculos frequentes para manter a acuracidade, integração com ERPs e conteúdo das regras de origem embutida e atualizada dentro do produto. Tudo isto pode aumentar a segurança da operação e, ao mesmo tempo, maximizar o uso de FTAs”.

Com a suite de soluções Onesource Global Trade (Powered by Softway), a empresa atende no Brasil aproximadamente 1,2 mil clientes, com destaque para os setores aéreo, agro e alimentício, automotivo, óleo e gás, eletrônico e TI, saúde, química e recintos alfandegados.

Veja também

ATUAÇÃO GLOBAL
B2finance associa-se à Kreston

Kreston indicará B2finance para empresas que precisem de serviços de BPO no Brasil. 

AX
Lumen IT fecha acordo com 4Results

Empresas compartilharão o uso de suas estruturas físicas nas cidades de São Paulo e Curitiba.

ALTA DE 20%
Lumen IT fatura R$ 9 milhões em 2014

Para 2015, a meta é chegar aos R$ 15 milhões, uma alta de 66%.

NUVEM
Regency IT: ERP SAP no IBM SoftLayer

Aliança permite o investimento no software da SAP usando a estrutura em nuvem da IBM.

SOFTWARE FISCAL
Vero IT fatura R$ 2 milhões em 2014

O valor representa um aumento de quase 180% em relação à receita de 2013.