LG aposta na webOS para suas Smart TVs. Foto: divulgação.

A LG Electronics comprou o webOS, sistema operacional da HP. O plano da fabricante coreana é empregar o sistema em suas smart TVs, aparelho inteligentes com aplicativos e conexão à internet.

Divulgado nesta segunda-feira, 25, o acordo, de valor não revelado, se refere à cessão do código fonte e aos documentos do sistema operacional.

Além disso, a LG absorverá as equipes de desenvolvimento do webOS que trabalhavam na HP, os websites relacionados ao produto e ainda as patentes referentes ao webOS.

Segundo informações da CNET, a compra também sugere que a LG investirá no desenvolvimento de uma plataforma própria para seus smartphones. No entanto, a empresa coreana deve continuar com seu suporte ao Android, do Google.

O webOS é produto da malfadada aquisição da Palm, fabricante comprada em 2010 por US$ 1,2 bilhão. O negócio foi uma das apostas da HP para alavancar o projeto do tablet TouchPad, que utilizaria o sistema da Palm.

De acordo com o TI Inside, a venda coloca um ponto final nas histórias de fracassos da HP com dispositivos móveis. Agora, a HP foca seus esforços no setor com o Android.

Para Skott Ahn, líder de tecnologia da LG, a aquisição chega para proporcionar uma “experiência intuitiva e serviços de internet através de uma vasta gama de aparelhos eletrônicos”.

GRAM?

Em agosto do ano passado, a HP anunciou a criação da Gram, marca que resultou do desmembramento da webOS, e voltada ao fomento das vendas de soluções em software.

Com foco em softwares, a nova marca sugeriu que a HP começaria a deixar pra trás os tempos de ser apenas uma companhia que produz estritamente máquinas.

Em outubro, a Gram se aproximou da LG para implantar soluções baseadas no webOS para as smart TVs da marca. A aquisição foi o segundo passo desta parceria.