Anderson Morais, CEO da Agenda Edu. Foto: Divulgação.

A Agenda Edu, plataforma de gestão de comunicação e engajamento em ambientes escolares, recebeu um investimento de R$ 3 milhões da Domo Invest, empresa de venture capital brasileira.

Com o aporte, a companhia espera deixar seu portfólio mais robusto. A ferramenta de gestão conta com com mais de 1 mil clientes entre escolas espalhadas por todo o Brasil.

“No total, atendemos mais de 500 mil usuários ativos, entre alunos, pais e educadores, o que nos consagra como a maior ferramenta em operação atualmente. O aplicativo facilita a aderência e faz com que, rapidamente, percebam nosso valor e nossa eficiência na rotina escolar”, explica Anderson Morais, CEO da Agenda Edu.

Fundada em 2014 como Agenda Kids, a startup iniciou com foco em escolas de Educação Infantil, a partir do apoio em gestão de comunicação em ambientes educacionais por meio da substituição da tradicional agenda de papel.

Com o aplicativo, as informações escolares podem ser acompanhadas em tempo real.

Após três anos e meio de mercado, a plataforma passou a atender todos os níveis de ensino dentro das instituições.

Como Agenda Edu, ampliou então seu leque de serviços para, além da gestão da comunicação, trazer funcionalidades que buscam a melhoria do engajamento dos responsáveis, alunos e educadores na jornada educacional e permitam a escola acompanhar a evolução dos indicadores de forma transparente.

“Essa rodada de investimento nos permitirá consolidar nossa liderança nesse mercado, de modo a ampliar nossa gama de produtos oferecidos, validando novas gerações de receita. Com esse aporte, será possível profissionalizar nossa gestão e trazer recursos suficientes para executar, com excelência, as estratégias de produto e comerciais”, finaliza Morais.

O Agenda Edu é apoiado, desde 2015, pela Fundação Lemann. 

Além da Agenda Edu, a Domo Invest busca startups em estágio inicial com foco de atuação B2C e B2B2C. O segmento de EdTech é um dos mais promissores na visão da gestora. 

Há cerca de um ano, a Domo foi criada por dois ex-executivos do Buscapé - Rodrigo Borges, co-fundador, e Guga Stocco, ex-vice-presidente - que se juntaram a Gabriel Sidi, Marcello Gonçalves e Felipe Andrade.