BLOCKCHAIN

Brasil tem comunidade Hyperledger

26/02/2018 16:23

Foi realizado na semana passada o primeiro evento da comunidade Hyperledger do Brasil.

A Sempre IT foi uma das participantes do evento de lançamento da comunidade Hyperledger. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Foi realizado na semana passada o primeiro evento da comunidade Hyperledger do Brasil para o desenvolvimento de projetos de blockchain privada. 

O lançamento do grupo reuniu cerca de 140 executivos de negócios e desenvolvedores, divididos em São Paulo (90), Rio de Janeiro (30) e Brasília (21).

A comunidade brasileira tem o objetivo de se tornar uma das três maiores do mundo em um ano.

Entre as empresas presentes no encontro estava Oracle, Sempre IT,  Smartchains, ITS/Rio, A StarLabs e IBM. 

A Hyperledger é um esforço colaborativo de código aberto criado para o avanço das tecnologias de blockchain das inter-indústrias. 

O projeto é uma colaboração global que inclui líderes de finanças, bancos, internet das coisas, cadeia de suprimentos, manufatura e tecnologia. A Fundação Linux hospeda a Hyperledger. 

Globalmente, a iniciativa reúne empresas como Accenture, Baidu, Cisco, Fujistsu, Hitachi, IBM, Intel, NEC e SAP entre seus membros “premier”.

Veja também

MOEDAS
BNDES terá blockchain

A moeda ainda não tem nome, mas deve começar a circular em maio.

CARREIRA
AMcom tem novo gerente de inovação

Michael Oliveira ingressou na companhia em 2015.

CRIPTOFESTA
Carnaval de SP tem Bloco Chain

"O Bitcoin vou minerar, olê olê olá"

2018
6 tendências que precisam da nuvem

O mercado não perdoa hesitações na implementação de novas tecnologias, quase sempre baseadas em cloud computing. 

LES BLEUS
SAP investe € 2 bilhões na França

O investimento inclui € 150 milhões anuais em pesquisa e desenvolvimento.

CRIPTOMOEDA
Wbio faz ICO da wCoin

Com o processo, a empresa arrecada dinheiro criando uma criptomoeda atrelada a uma aplicação de blockchain.

ALPHAVILLE
Bradesco abre InovaBra Lab

O espaço reunirá parceiros do banco como Cisco, Dell EMC, Google, IBM, Intel, Microsoft e Oracle.