Jaison Niehues (1Doc), Moacir Marafon (Softplan) e Jéferson de Castilhos (1Doc). Foto: Divulgação.

A Softplan acaba de fechar um acordo para adquirir a startup 1Doc, plataforma voltada para comunicação e informatização dos processos em órgãos públicos. 

A companhia catarinense pretende investir mais de R$ 5 milhões nos próximos dois anos para integrar a ferramenta 1Doc às demais soluções da empresa voltadas para a gestão de processos e documentos digitais. 

Desde 2017, a empresa já detinha uma porcentagem minoritária da 1Doc. Agora, assume uma participação majoritária na startup.

Com a operação, a expectativa é que a 1Doc alcance um valor de mercado de R$ 20 milhões nos próximos dois anos. 

A iniciativa também integra a estratégia da Softplan de ampliar seus investimentos em oferta de software como serviço (SaaS, na sigla em inglês). 

Os fundadores da 1Doc, Jaison Niehues e Jéferson de Castilhos, seguem à frente da empresa. Juntamente com a unidade de Gestão Pública da Softplan, eles irão contribuir na unificação dos sistemas. 

Com a plataforma integrada com as demais soluções da unidade, a expectativa da Softplan é conquistar mais de 180 novos clientes até 2020.

Fundada em 2014, a 1Doc começou a atuar com o objetivo de desenvolver uma solução que oferecesse transparência para a população nas demandas municipais, além de reduzir custo com a papelada gerada pelas prefeituras. 

O sistema permite que o cidadão tenha comunicação direta via internet com a prefeitura do município para a resolução de problemas da cidade.

Castilhos e Niehues decidiram criar a plataforma após assumirem cargos comissionados na área de tecnologia da prefeitura de São José, na grande Florianópolis, e verificar o cenário atual dos processos municipais. O primeiro teste da plataforma foi na prefeitura em que ambos trabalhavam. 

Hoje, mais de 3 milhões de pessoas são impactadas com o uso da tecnologia desenvolvida pela 1Doc. Mais de 11 milhões de documentos digitais são gerenciados  na plataforma.

A Softplan já desenvolve em parceria com a 1Doc tecnologias de inteligência artificial e machine learning para análises prévias, validação e classificação de documentos e encaminhamento de processos públicos de forma automática e ágil.  

"A aquisição da startup 1Doc ampliará a nossa atuação no mercado, contemplando de pequenos a grandes órgãos públicos”, reforça Moacir Antonio Marafon, um dos sócios-fundadores e diretor da unidade de gestão pública da Softplan.

A Softplan, de Santa Catarina, tem cerca de 1,8 mil colaboradores. A empresa atua há 28 anos no desenvolvimento de softwares de gestão empresarial e gestão pública.