Menos mal que o cabo aí não é de nenhuma operadora. Foto: flickr.com/photos/jammach_uk

Tamanho da fonte: -A+A

A segunda-feira, 25, foi um dia de azar para a Oi, que teve seus cabos rompidos em três lugares diferentes na região Sul, impedindo as ligações à longa distância de parte dos clientes de telefonia móvel e fixa da empresa, além de prejudicar as conexões de Internet.

Os problemas duraram das 16h até às 19h30. A falha atingiu de maneira total os 2,38 milhões de clientes da operadora na área móvel -15,2% do mercado gaúcho – e de maneira parcial os 1,8 milhão de clientes de telefonia fixa.

Dois dos rompimentos ocorreram em Santa Catarina – um entre os municípios de Brusque e Blumenau e outro entre Lages e Anita Garibaldi –, ambos provocados por acidentes com caminhões que danificaram os cabos aéreos da companhia.

O terceiro rompimento foi no Rio Grande do Sul, entre os municípios de Osório e Torres, causado por uma retroescavadeira que realizava obras de drenagem.