Celso Sato, presidente da Accesstage. Foto: divulgação.

A Accesstage, empresa especializada em soluções para o intercâmbio de dados financeiros, fechou o ano de 2013 com um faturamento de R$ 55 milhões, ante os R$ 50 milhões registrados no ano anterior. 

Desde o início das atividades da companhia, há 12 anos, são registrados crescimentos de dois dígitos e, para 2014, a expectativa é aumentar o valor em 20%.

Da mesma maneira, a base dos clientes teve um acréscimo de 15%, ao passar de 80 mil para 92 mil.

Assim, a quantidade de transações trafegadas pelos clientes da Accesstage – como movimentações bancárias, cartões de crédito e débito, operações de e-commerce e pagamentos de contas de consumo – passaram de 400 milhões para 500 milhões mensais, 25% a mais. 

“Pelos nosso servidores trafegam operações que somam mais de R$ 100 bilhões por mês”, afirma o presidente da Accesstage, Celso Sato.

A empresa investiu em 2013 na incorporação da Grixco Tecnologia, especialista em monitoramento de transações complexas. 

Além disso, ampliou a presença nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste duplicando o número de praças com representantes.

“O nosso desafio para 2014 é manter o mesmo ritmo e aumentar em 50% a quantidade de canais de venda”, diz Sato.

Com 170 funcionários, a organização mantém o Projeto Mentor, em parceria com o Instituto da Oportunidade Social, que une tecnologia da informação com responsabilidade social e ambiental. Em 2013, 70 jovens foram atendidos e alguns foram inseridos no mercado de trabalho.