Zeinal Bava. Foto: Divulgação.

A Oi assinou um acordo com a Rede Globo e com a Globosat  para oferecer mais canais na sua TV por assinatura, passando de 13 para 43 da Rede Globo. Com isso, a companhia oferece mais canais em alta definição e marca sua nova estratégia de ser menos baseada nos serviços de voz. 

A iniciativa foi possível pelo lançamento do satélite SES-6 pela operadora de Telecom, que passa a cobrir todo o território nacional em direct-to-home (DTH). O equipamento, que foi lançado em junho do ano passado no Cazaquistão, fica em um ponto fixo na Linha do Equador e dispensa fibra óptica para chegar às residências dos clientes.

No total, 39,4 milhões de famílias em 3 mil municípios são atingidas, e em 2 mil dessas cidades a Oi é a única a disponibilizar o sinal da emissora. 

No Rio Grande do Sul, apenas 89 municípios tinham o serviço disponível, agora esse número passou para 195, com ampliação de 120%. 

Os contratos com os canais seguem até 2021.

A operadora irá mudar o decodificador de sinal e passará a disponibilizar os canais de forma gradativa, com conclusão está prevista para abril. 

De acordo com publicação do Valor, a Oi poderá oferecer conteúdo de canais sob demanda e em dispositivos móveis.

Em coletiva de imprensa nessa quarta-feira, 26, o presidente da Oi, Zeinal Bava, informou que com a mudança no modelo de negócios da companhia, há menos dependência nos serviços de voz e mais investimentos no que demanda banda larga. 

Ele acredita que o mercado brasileiro tem potencial para a TV paga, smartphones e internet móvel.

Segundo Bava, a empresa investirá em infraestrutura, principalmente em áreas com oportunidades de crescimento e mais retorno.