E-COMMERCE

Arvato quer acelerar no Brasil com Hybris

26/03/2015 16:48

Martin Machin e Geison Carrera, diretor comercial Latam da Arvato. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Arvato, multinacional do segmento de consultoria em comércio eletrônico para companhias B2B e B2C, está agora investindo no mercado brasileiro para a oferta de seu portfólio em TI, baseado principalmente na solução SAP Hybris.

A companhia, que é subsidiária da gigante internacional Bertelsmann, anunciou o lançamento nacional de sua solução Fast2Market, que tem como objetivo acelerar a implementação de projetos omni-channel, atrav;es de integrações-padrão com a plataforma Hybris. 

Com mais de 10 anos de presença no mercado brasileiro, a Arvato já possui presença no comércio eletrônico brasileiros em outros setores da cadeia, como logística e suprimentos, atendendo a clientes como HP, Microsoft e Nikon.

"Temos unidades em Osasco, Hortolândia e São Paulo, onde prestamos serviços como e-commerce, call center, logística e distribuição, importação e cross-docking, entre outros", afirmou Martin Machin, executivo de vendas da Arvato na América Latina.

De acordo com Machin, a nova oferta para o Brasil nasceu da oportunidade de levar soluções mais integradas aos clientes que a empresa já possuia no país, especialmente as empresas com contratos globais com a companhia.

O primeiro case nacional da empresa foi realizado com a Nikon, que iniciou este ano sua operação de e-commerce, que roda sobre a plataforma Hybris e é apoiada por outros serviços de supply chain da Arvato. O modelo empregado no Brasil seguiu os moldes da operação que a multinacional fez no mercado norte-americano.

"Nosso plano é o de oferecer serviços de TI em paralelo ao nosso portfólio de supply chain e back office que já é conhecido. Queremos ampliar os negócios com os clientes que já temos e também ter um aumento em novos contratos", destacou Machin.

A empresa está em fase de prospecção de novos negócios no Brasil, com cerca de doze companhias na mira. De acordo com a empresa, o objetivo da companhia é fechar pelo menos três grandes contratos até o final do ano, envolvendo projetos multicanal em empresas de atuação nacional ou global.

A empresa não divulga valores de faturamento ou estimativas de crescimento para a região. Globalmente, a companhia faturou € 4,4 bilhões em 2013, segundo o último relatório financeiro divulgado pela Bertelsmann, conglomerado que controla marcas como a rede de mídia RTL e o grupo editorial Penguin.

Para apoiar a venda Hybris, a Arvato quer se destacar por sua vantagem de presença em outros pontos da cadeia de varejo, assim como seu corpo de profissionais. 

A empresa conta com mais de 40 especialistas na solução na América Latina, dezesseis deles com certificação oficial SAP. 

"A equipe de desenvolvimento hybris SAP está localizada no Uruguai e tem trabalhado de perto com os fornecedores brasileiros para atender às características e necessidades únicas dos negócios no país, bem como os detalhes técnicos e meandros de integração para apoiar o mercado local", afirma Machina.

Além disso, segundo destaca o executivo da Arvato, a empresa estabeleceu parcerias com outras empresas locais de tecnologia para varejo para reforçar sua oferta da plataforma.

"Firmamos acordos com empresas de apelo global como a Braspag, companhia de pagamentos digitais do grupo Cielo, ClearSale, de soluções antifraude, e Chaordic, desenvolvedora de soluções em personalização do consumidor", destaca Machin.

Ao oferecer Hybris no Brasil, a Arvato entra na briga com outras parceiras SAP que estão colocando suas fichas na solução, comprada pela multinacional alemã no início do ano passado.

O varejo online deve subir de US$ 20 bilhões em 2013 para US$ 47 bilhões em 2018 na América Latina, o que tem gerado interesse dos parceiros da SAP na plataforma.

Entre elas estão consultorias como a curitibana FH, que pouco tempo após a compra da solução pela SAP investiu cerca de R$ 500 mil em uma divisão exclusiva para este produto.

Veja também

Triad contrata ex-Unify, HP e Honeywell

A Triad Systems, desenvolvedora e integradora de soluções de gestão de serviços de cobilling e VAS, acaba de contratar três executivos para desenvolvimento de novos negócios.

Victor Espinal, ex Unify, passa a ser diretor regional das Américas, com o objetivo de expandir a atuação da empresa para toda a região, em especial Canadá, EUA e México.

COMPARTILHANDO INFRA
Assa: parceria global com BearingPoint

Aliança ajudará ambas as companhias a expandir seus portfolios de serviço em escala global.

ACORDO
Stefanini venderá Samba Tech

Stefanini vai vender plataforma de vídeos carioca.

VENDAS
Nikon do Brasil aposta em e-commerce

A multinacional japonesa de equipamentos ópticos e de imagem atua no país desde abril de 2011.

ERP IMPLANTADO
Arezzo tem alta de 2% no lucro

No último trimestre do ano passado, a companhia concluiu a implantação do ERP SAP.

SAP
Pelissari cresce 25% e chega a R$ 70 mi

Para 2015, a previsão é manter o ritmo do ano passado, atingindo R$ 87 milhões.